Imprimir

Capacidade para 30 utentes e 26 empregos gerados… Dez anos após ter tido início, foi inaugurado este domingo, 8 de outubro, o Lar Padre José Vicente do Sacramento, na freguesia do Castelo, concelho da Sertã.

A obra é da responsabilidade do Centro Social Nossa Senhora da Assunção, custou cerca de um milhão de euros e passou por muitas dificuldades. “Com poucos recursos, sem apoio oficiais e ainda menos dinheiro, embarcámos nesta aventura”, recordou o presidente da Assembleia Geral, João Carlos Almeida, falando numa viagem nada fácil, que demorou “muito tempo” e que teve “muitos obstáculos pelo caminho”, mas que valeu a pena, sendo que os promotores nunca descuraram “na qualidade que os nossos utentes merecem ter”. João Carlos Almeida revelou que o edifício está “equipado com um sistema de aquecimento de bombas de calor de geotermia, aproveitando as energias renováveis que promove um aquecimento integral de forma eficaz saudável, invisível, mais económico e amigo do ambiente”, enaltecendo ainda a “força e preserverança” do presidente da instituição, Carlos Lopes.

João Carlos Almeida referiu também que gostaria de, “num futuro próximo inaugurar um lote integrado de casas individuais para acolher utentes que, simultaneamente possam estar como se da sua casa se tratasse e ao mesmo tempo usufruir de todas as valências que o lar pode dispor”.
Carlos Lopes, presidente da direção do centro, confessou-se agora descansado por ver esta obra finalizada, obra “que me fez muitos cabelos brancos”, disse, reconhecendo a disponibilidade em colaborar, de todos os que têm passado pelos corpos diretivos.
Esta é uma infraestrutura importante para a economia social do concelho e José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã lembrava isso mesmo na medida em que é “gerador de emprego, fator potenciador da economia local e relevante no combate que travamos contra a desertificação humana no concelho da Sertã”.

Presente esteve igualmente António Melo Bernardo, Diretor Regional da Segurança Social de Castelo Branco. Este é um setor que emprega mais de 5 500 pessoas no distrito albicastrense mas, mais importante que as instituições, são as pessoas e o modo como tratam e são tratadas. No Castelo fez votos para que estas instituições não sejam “mais um depósito de idosos”. “É importante que os familiares e amigos façam a sua obrigação de vir aqui visitar os seus pais e familiares”, pediu, ciente de que “estas casas só fazem sentido quando a comunidade interage com elas”.

Este dirigente reconheceu igualmente o esforço que foi feito pela comunidade para que a obra fosse uma realidade, comunidade que deverá “continuar a apoiar pois as despesas são constantes e diárias e nem todas as pessoas podem comparticipar da mesma forma”, apelou, revelando que a Segurança Social está “empenhada em conseguir acordos de cooperação que facilitem a gestão diária, que será sempre difícil”.
O lar em questão tem capacidade para 30 utentes e emprega já 26 colaboradores.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
8947
Ontem
16307
Este mês
327809
Total
11256958
Visitantes Online
27