Imprimir

“É impensável estarem-nos a fazer isto”, lastimou, Ricardo Aires... A Comissão Política Concelhia do PSD de Vila de Rei manifestou-se publicamente esta sexta-feira, 5 de janeiro, contra a não inclusão do concelho no conjunto dos que foram atingidos pelos incêndios de outubro, cujas populações e empresas vão receber benefícios.

Estes apoios governamentais são iguais aos que já tinham sido atribuídos aquando do incêndio de 17 de junho e que atingiu os concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos.
Ricardo Aires, presidente daquela comissão política, em declarações à Rádio Condestável, disse que “enquanto português e vilarregense estou muito ofendido por ver um Governo que é de todos os portugueses a fazer uma discriminação negativa perante concelhos vizinhos”. “Pequenos proprietários não têm direito a um apoio que os outros concelhos que arderam no 15 de outubro ou no de Pedrógão têm. Nesses concelhos existem isenções fiscais para as empresas e as minhas empresas não têm esse apoio”, lamentou, vincando que “é uma vergonha para o nosso país”,
Ricardo Aires diz ainda que bateu a todas as portas possíveis desde agosto. Falou com várias pessoas ligadas ao Governo, ministros e secretários de estado, com o Coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior e com o Presidente da República, sendo que todos são conhecedores desta situação e “é impensável estarem-nos a fazer isto”, lastimou.

De recordar que 40 % do território ardeu, sendo que os prejuízos deverão rondar 1,5 milhões de euros. Três casas de primeira habitação e várias de segunda habitação ficaram destruídas pelo fogo, bem como vários abrigos agrícolas. De momento apenas a situação de uma casa está resolvida pela mão da Cáritas, a qual Ricardo Aires agradece, de resto, “as pessoas não podem estar à espera de apoios que não vão vir” e pelos seus meios e com apoio de regulamentos da câmara “estão a fazer o que poderia ser feito pelo Governo”, explicou sem perceber “porque é que o Governo não teve capacidade para orçamentar esses apoios”, aos concelhos que não foram atingidos pelos referidos incêndios (Pedrógão e outubro).
De relembrar que PSD de Vila de Rei apresentou uma proposta de Tomada de Posição da Assembleia Municipal de Vila de Rei por não compreender a também “exclusão de Vila de Rei do projeto piloto de reflorestação previsto para os concelhos que arderam em 17 de junho, nem tão pouco, a exclusão de Vila de Rei da criação de cadastro florestal, previsto para os concelhos que arderam também em 17 de junho e mais alguns posteriormente adicionados".
Este concelho viu aprovada uma Moção por parte da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo que visava também denunciar a discriminação a que o concelho se viu votado.

ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
4796
Ontem
35686
Este mês
535157
Total
15854339
Visitantes Online
26