Imprimir

Casas recuperadas, apoios a agricultores, a empresas e a municípios… Mais de metade das casas destruídas pelos incêndios de 17 de junho de 2017 já foram entregues aos seus proprietários, e as restantes já estão adjudicadas, disse à Rádio Condestável João Paulo Catarino, Coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI), em entrevista à Rádio Condestável.

“Das 263 casas, 140 já foram entregues aos seus proprietários. As restantes estão todas adjudicadas, com exceção de dois casos, que tem a ver com os proprietários”, confirmou o coordenador. O objetivo é entregar todas as casas durante o próximo verão.
No que diz respeito ao restabelecimento do potencial agrícola, já foram pagos cerca de 500 mil euros a 1 079 agricultores com prejuízos até 1 053 euros. Este apoio foi dado pelo Fundo da Segurança Social. Nos restantes casos, até 5 mil euros, já foram pagos cerca 4 milhões de euros a 1 363 agricultores. Estes apoios vieram do Fundo Revita, da Fundação Calouste Gulbenkian e da União das Misericórdias.
Na área da reposição do potencial da atividade económica às empresas houve 40 candidaturas apresentadas, 34 foram aprovadas sendo que as seis em falta ainda estão a ser analisadas e “têm a ver com questões de licenciamento”, justificou João Paulo Catarino, acrescentando que “há empresas que têm o processo concluído e que já receberam adiantamentos no valor de 1,2 milhões de euros. Muitas estão já a trabalhar, outras estão a adquirir equipamentos que levam tempo a entregar”, esclareceu. A estas empresas serão pagos cerca de 22 milhões de euros.

Por parte dos municípios já foram entregues cerca de 13 milhões de euros para restabelecimento dos equipamentos públicos. Falamos de “sinalética, vias rodoviárias, toponímia, abrigos de autocarros e algumas infraestruturas de lazer danificadas”, enumerou o coordenador. “Tudo o que era equipamentos públicos em espaço público foi apoiado em 85% pelos Fundos Comunitários e os restantes pelo Fundo de Emergência Municipal”, explicou o coordenador da UMVI, dando também a conhecer que das verbas entregues há ainda 10 milhões de euros para estabilização de emergência, ou seja, beneficiação de caminhos vicinais e zonas declivosas.

ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
16469
Ontem
31423
Este mês
648227
Total
15184568
Visitantes Online
14