Imprimir

O presidente da Câmara de Oleiros, Fernando Jorge, lamentou hoje ainda não ter uma resposta sobre o pedido para que a família do trabalhador que morreu no combate ao incêndio de outubro de 2017, seja indemnizada como as restantes vítimas.

O autarca diz ter feito exposições para o Presidente da República, quer para o primeiro-ministro, quer para a Procuradoria-Geral da República [PGR]. Apenas o Presidente da República respondeu, dizendo que tinha enviado a carta para o primeiro-ministro, diz a Lusa.
De recordar que o trabalhador em causa, com 50 anos, morreu debaixo de uma máquina quando combatia um incêndio que deflagrou naquele concelho, em 7 de outubro de 2017.
Em relação à recuperação das habitações de primeira habitação que arderam nos incêndios de há seis meses, o autarca sublinha que as cinco que foram assumidas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Cáritas, Banco Alimentar e empresas privadas, estão recuperadas ou praticamente concluídas.
Já sobre as restantes 15 habitações de primeira habitação cuja reabilitação foi assumida pelo Governo, disse que ainda nem sequer os projetos estão feitos, sendo que, no sábado, chegaram a Oleiros arquitetos contratualizados pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) para começarem a fazer o levantamento dos projetos de arquitetura.

ofertaB baseStandFrigi

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
12078
Ontem
30322
Este mês
439932
Total
16598546
Visitantes Online
37