Imprimir

Cernache do Bonjardim recebe, de 27 a 29 de abril, a 6ª Romaria de São Nuno de Santa Maria… Este ano o evento assinala o 1º Centenário da Beatificação do Santo e, pelos contactos já recebidos, Filomena Bernardo, presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais (UFCBNP) avança que a afluência de pessoas será a maior novidade.

“A principal novidade este ano é gente e mais gente e isso deixa a União de Freguesias e o Município da Sertã muito felizes”, disse a autarca, acreditando que “é o fruto das romarias anteriores” e descrevendo que "teremos a presença de cerca de 500 escuteiros da Diocese de Portalegre – Castelo Branco a comemorar o Dia de S. Jorge, o Encontro Diocesano de Catequistas da Diocese que trará 300 catequistas e as cerimónias militares e homenagens a S. Nuno que acarretarão mais pessoas". A autarca revelou ainda que já tem feed fack de algumas reservas de excursões.
Além das respetivas eucaristias, sendo a de sábado será presidida pelo Bispo da Diocese de Portalegre – Castelo Branco, integrado nessa romaria acontece de novo o Festival de Folclore Nacional e a atuação de vários grupos musicais locais e nacionais. Decorrerá também uma mostra de produtos regionais, um workshop de pintura com BackYard  e uma oratória a Nossa Senhora com a artista Teresa Salgueiro, no dia 27, entre outras iniciativas.
“A Romaria acontece no recinto do Seminário, salvo as atividades paralelas e o cortejo religioso que seguirá os mesmos moldes dos anos anteriores”, deu também conta Filomena Bernardo.

Turismo religioso continua a não surgir

Se nestes três dias são esperadas milhares de pessoas na vila, nos restantes dias do ano, a vida acontece sem grandes alterações. A aspiração de que a romaria viesse alterar os hábitos dos comerciantes e tornar esta vila um ponto obrigatório de passagem e paragem do turismo religioso, não tem resultado. Filomena Bernardo confessa ter pensado que “a Canonização de S. Nuno seria a estrada para o turismo religioso no concelho da Sertã e principalmente na UFCBNP mas isso não aconteceu”. Na sua opinião deveu-se “à pouca abertura para a construção de um templo na quinta do Seminário mas principalmente devido à falta de alojamento. As pessoas voltam no ano seguinte mas não ficam”, constatou, ciente de que “a romaria já está implantada, falta é ficar e regressar durante o ano”.
A seu tempo o presidente Diamantino Calado Pina tinha ideias de construir um santuário na vila. O projeto está feito e a autarca acredita que “a seu tempo”, o mesmo poderá passar do papel à prática.
A 6ª edição da romaria acontece numa parceria entre o Município da Sertã e a UFCBNP, sendo que essa parceria tem sido, até ao momento, "proveitosa", destacou Filomena Bernardo, confessando que “estou muito satisfeita com a abertura do presidente da câmara e com o empenhamento da arquiteta Ana Delgado”. Porque até agora “algumas pessoas vinham ver uma atividade e já não voltavam”, olhando para o cartaz deste ano, a edil felicita o programa que vai permitir segurar as pessoas no recinto da romaria.
Uma vez mais as coletividades, populares e instituições irão enfeitar as ruas da vila, sendo que este ano as mesmas estarão a concurso e serão avaliadas por um júri anónimo. A mais bem decorada sairá vencedora. O objetivo é “incentivar o empenhamento das coletividades e dos moradores”, finalizou Filomena Bernardo.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
10506
Ontem
35936
Este mês
543527
Total
21104124
Visitantes Online
66