Imprimir

Iniciativa é da REN… Mais de 100 alunos do concelho de Pedrógão Grande participaram, na última sexta-feira, 13 de abril, numa ação de reflorestação da REN - Redes Energéticas Nacionais. A iniciativa marca a reconversão de 168 hectares ao longo da linha de energia Penela - Tábua, com a plantação de 46 mil medronheiros.

Munidos de pás e de luvas, alunos do 2.º e 3.º ciclo plantaram medronheiros na zona de Escalos Cimeiros, concelho de Pedrógão Grande, sinalizando o arranque da rearborização do corredor da linha de alta tensão entre os referidos concelhos.
O corredor, que passa por sete municípios, representa um total de "cerca de 168 hectares", sendo plantados 46 mil medronheiros ao longo dessa faixa. Esta é mais uma de várias ações de reflorestação da REN ao longo das faixas de servidão que acompanham as linhas de transporte de energia. Envolver os alunos visa “sensibilizar, contribuir para a educação e alertar para a importância da preservação da floresta e do impacto que tem na biodiversidade”, disse à Rádio Condestável a diretora de comunicação e sustentabilidade da REN, Margarida Ferreirinha.
Para além da rearborização, a empresa garante também a limpeza e gestão das faixas de servidão, tendo limpado "mais de 20 mil hectares nos últimos quatro anos", acrescentou.
Segundo a responsável, estão previstas mais ações de reflorestação durante este ano, ao longo do país.

Durante a sessão de apresentação, que ocorreu antes da reflorestação, o presidente da câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, enalteceu a importância de se apostar no medronheiro, uma planta "que produz ao longo do ano" e que se pode tornar num "rendimento importante" para o concelho, acrescentando que esta ação é “muito especial”, lamentando “não ter sido feita há mais tempo”. “O medronho é reivindicado por todo o país e vai dar beleza também à nossa floresta”, ilustrou.
Sandra Pereirinha da Quercus - Associação Ambientalista e uma das parceiras desta iniciativa da REN, explicava que “é demasiado importante reflorestar com espécies próprias e as autóctones”, pois são boas para a biodiversidade e são uma barreira ao fogo.
Tatiana Marques foi uma das alunas participantes. Em junho do ano passado viu as chamas perto de sua casa, salva pela intervenção dos bombeiros. Sente que são precisas muitas árvores para tornar a floresta de novo verde e foi com alegria que ajudou a construir um futuro mais bonito.

A propósito desta ação ficou ainda a mensagem do presidente da câmara a estes jovens, no sentido de “exigirem aos mais velhos e a quem de direito que plantem arvores e espécies que tenha a ver com a segurança da floresta e das pessoas”.
A ação de reflorestação que arrancou hoje contou com a parceria da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, da Câmara Municipal de Pedrógão Grande e da Quercus.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
19041
Ontem
32767
Este mês
631860
Total
18348973
Visitantes Online
16