Imprimir

Harmovaso subiu ao palco pelo 18º ano consecutivo… Foram cerca de 30 os tocadores de harmónios, concertinas e acordeões que este domingo, dia 5 de agosto, subiram ao palco do 18º Harmovaso em Vale do Souto, na freguesia do Mosteiro, concelho de Oleiros.

Numa tarde quente, o calor maior foi o humano, das pessoas que ali se deslocaram, tanto para participar como para assistir a esta tradição, que este ano atingiu a maioridade.
A organização desta iniciativa coube, uma vez mais, à Associação Recreativa e Cultural de Vale do Souto e José Rodrigues, o presidente da coletividade manifestou intenção de continuar a manter esta tradição apesar de saber que “infelizmente as pessoas são cada vez menos, a vida não é fácil, no mês de agosto há muitos eventos por todo o lado e as pessoas, umas deslocam-se para um lado, outras deslocam-se para outro”, disse, confirmando que “com a vontade de todos, as coisas vão fazer-se na mesma”.

Esta é uma iniciativa que engrandece as gentes e as organizações, ambas porque preservam a cultura do povo. Fernando Alves, presidente da Junta de Freguesia do Mosteiro, destacou, enalteceu e reconheceu a dedicação das pessoas ao realizarem este evento. “Sabemos que é preciso muita gente, muitas horas de trabalho, muita dedicação, muito amor à terra”, vincou. “Só com estes eventos é que a nossa terra é conhecida”, sublinhou e esta iniciativa “demonstra o amor que temos ao que fazemos e valorizamos”, atestou.

Esta realização “é uma marca e um símbolo do concelho de Oleiros”, confirmou o vice-presidente da autarquia oleirense, Vitor Antunes, acrescentando que “é um marco importante no nosso concelho”.

Junta pede apoio à câmara

Aproveitando a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Oleiros, Fernando Alves pediu a substituição da cobertura do palco principal, “por telha normal. Este espaço, realmente ficava com outra beleza, outro encanto e acho que, por tudo aquilo que esta população faz e se dedica à terra, merecem esta obra, e seria uma mais-valia para a freguesia e para o Vale Souto”, confirmou. Compreendendo as dificuldades financeiras de qualquer edilidade, Fernando Alves considerou contudo que “tem de haver também um sacrifício para compensar o trabalho e a dedicação de quem se dedica às terras para que elas não morram e não acabem”.
Em resposta, Vitor Antunes deixou a garantia de que a obra está prevista e que “iremos trabalhar no sentido de melhorar as condições e o espaço deste recinto, nomeadamente aqui a parte do palco que, reconheço e reconhecemos todos, neste momento não são as melhores”.
O dia terminou com as atuações de José Cláudio e Catarina Brilha. Esta iniciativa contou com uma tasquinha do Vinho Calum, com porcos no espeto e sopa à lavrador.

Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
3937
Ontem
34812
Este mês
436000
Total
20996597
Visitantes Online
51