Imprimir

Projeto de agricultura biológica tem escoamento garantido… Na reunião do executivo camarário da Sertã desta tarde, 8 de novembro, a vereadora do Partido Socialista, Cristina Nunes relembrou a todos os potenciais agricultores para a existência de um projeto promovido pela Associação de Desenvolvimento Pinhal Maior, ou seja o Bio Berço da Lusitânia.

Porque não tem havido um número expressivo de interessados, teme-se que o projeto não continue, daí o apelo da vereadora, que deixou a garantia de que existe escoamento para os produtos biológicos, um receio comum nos agricultores. “Há todo um projeto desenvolvido pela Pinhal Maior, em que o escoamento é garantido, falta a matéria-prima”, descansou, alertando para o facto de que “não haverá continuidade se não houver mais adesão dos proprietários”. A continuidade do projeto “seria muito positiva, principalmente nestes territórios afetados pelos incêndios, seria uma forma de as pessoas terem uma mais valia para os seus terrenos”, argumentou.  
O Bio Berço da Lusitânia é um projeto de agricultura biológica, que já teve várias sessões de esclarecimento nos concelhos da Pinhal Maior, explicou ainda Cristina Nunes, reforçando que “é um projeto com capacidade de ter seguimento, que poderá dar um retorno financeiro às pessoas ou agricultores, que não precisam de o ser a tempo inteiro mas que poderão ter a sua atividade principal complementada com este part time”, aconselhou. Além disto, “seria uma mais valia também para o concelho da Sertã”, defendeu.
Concordando com esta visão, José Farinha Nunes, presidente da autarquia sertaginense sustentou que se “continue a sensibilizar a população porque futuramente será uma boa saída para o concelho, região e principalmente para as zonas ardidas” e “vamos continuar a sensibilizar as pessoas”, prometeu.
Cristina Nunes desmistificou ainda a ideia de que os produtos só sobrevivem e só existe rendimento mediante utilização de químicos. A verdade é que “há uma forte procura nos centros urbanos, há uma tendência e têm escoamento garantido”, disse.
Assim, os interessados em desenvolver um qualquer projeto de agricultura biológica poderão dirigir-se à Pinhal Maior, fazer a sua inscrição no Bio Berço da Lusitânia. A inscrição é gratuita, bem como a certificação dos terrenos a cultivar, sendo que a própria associação de desenvolvimento colabora e facilita no escoamento dos produtos no mercado.


Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
21352
Ontem
50543
Este mês
771131
Total
20269190
Visitantes Online
62