Imprimir

Em 2013 herdou 7,5 milhões de euros de dívida… A Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos conseguiu, em cinco anos pagar mais de seis milhões de euros de dívida à banca.

Quando tomou posse, em 2013, Jorge Abreu, presidente da câmara figueiroense herdou uma dívida de 7,5 milhões de euros, ficando na ocasião obrigado a pagar um milhão por ano à banca. O certo é que em 2018 essa dívida era de um milhão e meio de euros e em 2019 será de apenas 600 mil euros, como explicou à Rádio Condestável o autarca figueiroense
“Reduzimos praticamente a divido toda do saneamento financeiro ficando só a dívida de alguns empréstimos que não nos trazem constrangimentos ao nível do investimento
Este período de tempo foi complicado ao nível da gestão da autarquia e trouxe muitos inconvenientes, confessou o autarca. É que caso a conta não fosse paga, o Tribunal de Contas iria obrigar a edilidade a disparar, por exemplo, os impostos para o máximo. Apesar de tudo foram sempre acontecendo investimentos no concelho e “só em 2019 vêm cerca de 3 milhões de euros de investimento do quadro comunitário”, disse o autarca, lembrando também a baixa de impostos à população, como sendo no IMI, IRS, derrama para as empresas com sede em Figueiró dos Vinhos e apoios nas áreas social e da educação.
No que respeita ao investimento anunciado para este ano, destina-se ao edifício da SONUMA (1,2 milhões de euros), aos passadiços de Casal de S. Simão (400 mil euros), ao Posto Aquícola da Campelo (1 milhão de euros), à Igreja Matriz (330 mil euros), o combate ao insucesso escolar (30 mil euros) e o projeto educa relacionado com a modernização administrativa (120 mil euros).
No final deste ano de 2019 a autarquia ficará livre deste encargo e totalmente disponível para agarrar investimento que possam surgir, avançar com projetos e assim “desenvolver o concelho ao nível da economia, educação, cultura, turismo e outros. Podemos ombrear com outros municípios que não tinham limitações financeiras e estavam a evoluir. Nós podemos entrar agora nesse patamar e não ficamos parar trás”, vincou.
Além dos investimentos já descritos existem ainda as apostas no Parque do Vale da Pipa, inaugurado na passada semana e na reconversão de edifício da SONUMA. As obras já começaram e serão criados pavilhões prontos a entregar às empresas, ao estilo chave na mão.


Av. Dr. Abílio Marçal, Lote 1 B 6100-267 Cernache do Bonjardim

geral@radiocondestavel.pt

Telefone: Geral: 274 800 020

Redacção: 274 800 028/7

Tempo Cernache Do Bonjardim


Estatísticas

Hoje
12273
Ontem
36161
Este mês
554347
Total
22170854
Visitantes Online
38