APOIO: PRID tem dois milhões para eficiência energética de instalações desportivas

Vai ser lançada a 7ª edição do Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas (PRID)

APOIO: PRID tem dois milhões para eficiência energética de instalações desportivas

Os dois milhões de euros que serão disponibilizados pelo Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas (PRID) em 2023, são “exclusivamente” para projetos de melhoria da eficiência energética de instalações desportivas, lê-se num comunicado do Gabinete do Secretário de Estado da Juventude e Desporto. As candidaturas serão abertas durante o mês de janeiro de 2023.
“Dado o contexto geopolítico e ambiental que atualmente se atravessa, mas também a urgência do combate às alterações climáticas, decidiu-se que o 7º PRID, gerido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), seria totalmente canalizado para apoiar os clubes na racionalização do uso de energia, de água e gás, tal como já havia sido anunciado pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto na audição parlamentar da Comissão de Orçamento e Finanças, no dia 28 de outubro”, lê-se no documento.
No mesmo documento refere-se ainda que “o IPDJ já tinha publicado um conjunto de recomendações aos proprietários/gestores de instalações desportivas de forma a minimizar o impacto dos aumentos dos custos energéticos, consequentes da referida conjuntura. Com a próxima edição, será também proporcionada formação nestas matérias aos clubes”.
Algumas das recomendações estruturais podem servir de guia para a apresentação de projetos ao PRID 2023, designadamente, entre outras:
• Reconversão dos sistemas de iluminação tradicionais para sistemas de tecnologia LED, tanto nas instalações de apoio como nas Instalações Desportivas;
• Instalação de meios de energia renovável, por exemplo, painéis fotovoltaicos entre outros, para produção de energia para autoconsumo, sempre que tal se afigure viável;
• Instalação de sistema solar térmico para produção de Águas Quentes Sanitárias (AQS).
De recordar que o PRID é direcionado a clubes e associações desportivas de Portugal continental e destina-se a promover a requalificação das instalações desportivas ao serviço das comunidades, com o principal objetivo de melhorar as condições de prática desportiva.

Foto: Arquivo RC

Partilhar: