Apoios da autarquia a comércio e indústria rondam os 4 milhões de euros

A Câmara Municipal de Castelo Branco está disposta a investir dois milhões e seiscentos mil euros nos próximos meses na área do comércio, indústria e serviços.

Apoios da autarquia a comércio e indústria rondam os 4 milhões de euros

Refira-se que na primeira vaga da pandemia da Covid-19 a autarquia já investiu um milhão e quinhentos mil euros, o que totaliza um apoio total de 4 milhões e 100 mil euros. Os números foram apresentados esta terça-feira, 24 de novembro, por José Augusto Alves, presidente da câmara, em conferência de imprensa.

O autarca referiu que nesta segunda vaga, irão isentar de algumas taxas e licenças, o mercado municipal e o campo da feira. Quanto às esplanadas vão ficar isentas do pagamento do espaço público até janeiro de 2021 e será criado apoio para aquisição de equipamentos para as mesmas “para que as pessoas possam estar, desde que possível, em todas as épocas, nestes espaços”, explicou o autarca.

As boas práticas no comércio local e nas empresas, desde que sejam evidentes, terão também um apoio por parte do Município. Também na área industrial haverá apoios no mesmo montante disponibilizado para o comércio local (470 mil euros), através de um regulamento elaborado pela Associação Empresarial da Beira Baixa. Tudo “será feito com transparência e legalidade”, garantiu José Augusto Alves, anunciando igualmente que os táxis que fizerem distribuição e entregas de medicamentos ou alimentos e refeições, porta a porta, serão apoiados.

O programa solidário “Habitar Castelo Branco”, que já existe, terá um reforço de 300 mil euros ao mesmo tempo que as tarifas fixas de água, saneamento e resíduos também irá sofrer uma “redução em 50% para o comércio, serviço e indústria, englobando o mês de dezembro, janeiro e fevereiro”, disse.

Nesta apresentação de apoios imediatos, a autarquia apresentou um estudo feito pela empresa de consultadoria Deloitte onde apontou alguns caminhos para o futuro pós Covid-19. Assim, a autarquia deve, em alguns casos, continuar a apostar, sendo que outros podem vir a ser boas oportunidades de desenvolvimento.

Partilhar: