CASTELO BRANCO: Inovação e Competitividade Territorial em análise

IPCB realizou iniciativa integrada na Green Week 2021.

CASTELO BRANCO: Inovação e Competitividade Territorial em análise

Economia circular, transferência de conhecimento científico, competitividade sustentável no setor agroindustrial e projetos de inovação foram os principais temas abordados nas 25 comunicações que compuseram o Seminário "Ecossistemas de Inovação e Competitividade Territorial", dá conta o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) em nota enviada à comunicação social.
A iniciativa foi realizada pelo IPCB no passado dia 2 de junho e esteve integrada no âmbito da Green Week 2021, patrocinada pela Comissão Europeia, e organizada em colaboração com a Câmara Municipal de Castelo Branco. 
As comunicações foram apresentadas por docentes e alunos do IPCB, empresários, empreendedores e especialistas de outras instituições de ensino superior.
Para António Fernandes, presidente do IPCB, o evento realizado é demonstrativo da capacidade instalada na Instituição muito focada na resposta aos desafios atuais da sociedade e, em particular, na capacitação dos parceiros locais com a criação de ambientes adequados e propícios à implementação de práticas inovadoras que concorrem para a melhoria dos níveis de competitividade territorial.  A afirmação destes territórios será sempre acompanhada de mais conhecimento, mais ciência, mais tecnologia e mais ensino superior. 

Luís Farinha, coordenador da equipa que organizou o evento, considerou que a iniciativa, centrada das dinâmicas de inovação, economia circular e sustentabilidade, visou neste âmbito, aproximar a academia, as empresas e a decisão política local, numa perspetiva de partilha de conhecimento científico e boas práticas implementadas, num contexto de “Ecossistemas de Inovação e Competitividade Territorial”. No primeiro de quatro painéis temáticos, foram registadas intervenções como a economia circular nas embalagens do setor alimentar, ou o papel da ciência dos dados no domínio das infraestruturas de transporte mais sustentáveis. No segundo painel da manhã, foram apresentadas soluções para a indústria de Futuro, apresentados projetos e estudos de ID&I, visando a mobilidade elétrica em espaços naturais e condução autónoma, a sustentabilidade em infraestruturas de transporte, sustentabilidade hídrica, autoconsumo fotovoltaico, ou conducentes à promoção e valorização do Parque Natural do Tejo Internacional. O terceiro painel, versou sobre a competitividade sustentável no setor agroindustrial. Por fim, o quarto painel, intitulado “A ligação entre o IPCB e a comunidade através de projetos de inovação”, contou com a presença do Diretor Geral da Fórum Estudante, com a apresentação de projetos de estudantes afins ao Programa Transforma Portugal. Este último painel contou ainda a apresentação de resultados do concurso de ideias “From linear to circular ideas”, organizado por uma rede de Instituições de Ensino Superior do qual o IPCB faz parte, bem como de um outro concurso de ideias no âmbito da economia circular, promovido pelo IPCB. Teve ainda lugar neste espaço de partilha, a apresentação de projetos de estudantes, inseridos no Programa Co-criação Portugal, que visa fomentar as competências e prospetiva estratégica entre a academia e a sociedade.
A utilização racional e otimizada dos recursos disponíveis foi o denominador comum das comunicações, tendo sido apresentadas soluções que vão desde a utilização de tecnologia de ponta à reutilização de materiais, passando por soluções de produção ecologicamente responsáveis ou pela simples mudança dos hábitos quotidianos dos cidadãos. 
A ligação da academia à comunidade foi outra tónica dominante, tendo os estudantes do IPCB apresentado os seus projetos de empreendedorismo, inovação e solidariedade social desenvolvidos no âmbito dos diversos programas em que a instituição se encontra a participar ativamente: Programa Transforma Portugal, Programa Demola e Concurso de ideias: From linear to circular ideas.

Partilhar: