CASTELO BRANCO: IPCB tem novos professores coordenadores

Concluíram concursos documentais internos de promoção.

CASTELO BRANCO: IPCB tem novos professores coordenadores

Cristina Alegria, Ernesto Candeias Martins, Maria Emília Duarte e Ofélia Anjos são os quatro novos professores coordenadores do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), revela a escola em nota enviada à comunicação social.
Ainda de acordo com a mesma nota, os novos coordenadores acedem à carreira após a conclusão de concursos documentais internos de promoção, no âmbito da estratégia de valorização da carreira dos professores da instituição.
Assim, Cristina Alegria e Ofélia Anjos, docentes da Escola Superior Agrária, acedem à nova categoria na área de Agricultura, Silvicultura e Pescas e na área disciplinar de Indústrias Transformadoras e Engenharias e Técnicas Afins, respetivamente. Ernesto Candeias Martins, docente da Escola Superior de Educação, foi promovido à categoria professor coordenador na área de Formação de Professores/ Formadores e Ciências da Educação, enquanto que Maria Emília Duarte, docente da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, foi promovida na área de Enfermagem.
A abertura destes concursos de promoção ao abrigo do artigo 76.º do Decreto-Lei nº 84/2019, de 28 de junho, foi feita com base no princípio do mérito resultante da escolha entre vários candidatos e no princípio de igualdade de oportunidades de acesso aos procedimentos concursais por parte dos docentes do IPCB, explica-se igualmente na mesma nota.
A carreira académica destes professores foi considerada “relevante” por António Fernandes, presidente do IPCB, que felicitou os docentes promovidos e adiantou que em todo o processo foram observados critérios de razoabilidade e de distribuição equitativa de vagas nas diferentes áreas disciplinares, numa perspetiva abrangente ao universo do IPCB.
Refira-se que o IPCB tem ainda a decorrer mais dois concursos documentais internos de promoção para duas vagas na categoria de professor coordenador na área de Arquitetura e Construção e Proteção do Ambiente e na área de Ciências informáticas.

Foto: IPCB

Partilhar: