CENSOS SÉNIOR: GNR faz balanço de operação

Distrito de Castelo Branco com 1826 idosos sozinhos/isolados.

CENSOS SÉNIOR: GNR faz balanço de operação

A Guarda Nacional Republicana revelou, este domingo, o balanço da operação 'Censos Sénior' de 2021, uma operação de âmbito nacional que visa garantir um conjunto de ações de patrulhamento e de sensibilização à população mais idosa, que vive sozinha, isolada, ou sozinha e isolada, através da atualização dos registos das edições anteriores.
Assim, e de acordo com os dados disponibilizados pela GNR, no distrito de Castelo Branco esta força identificou 1826 idosos nestas condições um número semelhante ao do ano passado (1842).
Neste âmbito, a GNR realizou 172 ações em sala e 3.431 ações porta a porta, abrangendo um total de 19.812 idosos.
Nesta altura, segundo dados atualizados, estão sinalizados 44.484 idosos que vivem sozinhos e/ou isolados, ou em situação de vulnerabilidade, em razão da sua condição física, psicológica, ou outra que possa colocar em causa a sua segurança.
Durante a operação deste ano, os militares realizaram uma série de ações "que privilegiaram o contacto pessoal com as pessoas idosas em situação vulnerável". O objetivo foi, como relembra a GNR, sensibilizar e alertar este público-alvo para "a adoção de comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, nomeadamente em situações de violência, de burla e furto, bem como para a adoção de medidas preventivas de propagação da pandemia Covid-19".
A Operação 'Censos Sénior' começou em 2011, tendo a GNR vindo a atualizar a sinalização geográfica da população a viver sozinha e/ou isolada.

Partilhar: