CERNACHE DO BONJARDIM: Maria João Ribeiro é candidata à UFCBNP pelo PS

Tem 27 anos e diz que "Cernache precisa essencialmente de uma forte presença junto do município. Seremos essa voz e força de mudança”.

CERNACHE DO BONJARDIM: Maria João Ribeiro é candidata à UFCBNP pelo PS

A candidata à União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais (UFCBNP) pelo Partido Socialista (PS) é Maria João Alves Ribeiro, tem 27 anos e é natural de Cernache do Bonjardim.
Até agora desconhecida das lides político-partidárias do concelho, diz que “desde jovem que sempre me preocupei com questões sociais e humanitárias, tendo assim procurado construir um caminho profissional com impacto positivo no desenvolvimento da sociedade, principalmente através da investigação e trabalho junto de públicos mais vulneráveis, de forma profissional ou voluntária”.
Na mesma nota à Condestável, afirma que “foi essencial para o meu crescimento e desenvolvimento pessoal a participação ativa como membro e presidente do grupo de jovens da Paróquia de Cernache do Bonjardim, na Juventude Mariana Vicentina, através de atividades de formação, de dinamização cultural da vila, de voluntariado e de participação em encontros de jovens a nível nacional e internacional".
"A minha formação em Serviço Social foi consolidada por experiências em diversas Organizações Não-Governamentais, no país e no estrangeiro, e a continuação dos meus estudos no Brasil - um país característico pelo ativo movimento político e debate público – que me despertou para a importância da participação política no meu país e para o desejo de ajudar a melhorar o lugar onde nasci”, considera.
Afirma que se candidata porque conhece “as potencialidades e riquezas da terra onde cresci, mas que tristemente vejo subaproveitadas e desvalorizadas. Quero fazer de Cernache do Bonjardim um lugar para onde todos aqueles que saíram em busca de melhores condições de vida, quer sejam estudantes, profissionais ou famílias, possam regressar e construir vida. Desta vez, uma terra economicamente e culturalmente dinâmica e sustentável, com condições de trabalho e qualidade de vida. Uma terra em que o espaço público é cuidado e embelezado e em que todos teremos orgulho e prazer de viver”, sustenta.
Termina a nota afirmando que Cernache “precisa essencialmente de uma forte presença junto do município. Seremos essa voz e força de mudança”, promete.
Na mesma nota enviada à Condestável, a candidata afirma “em síntese” ser "licenciada em Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP-UL), com mestrado em Desenvolvimento Social, na Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), no Brasil, vocacionado para a investigação nas áreas de Sociologia e Ciência Política. Foi na Escola Primária da Quintã que iniciou o seu processo educativo e foi no Instituto Vaz Serra que se preparou para o ingresso no ensino superior. Desenvolveu diversas experiências de voluntariado com população idosa, crianças e jovens em risco e pessoas com deficiência, algumas através da participação ativa no Grupo de Jovens da Paróquia de Cernache do Bonjardim. Esteve 5 meses na Roménia, ao abrigo do programa da União Europeia, Serviço Voluntário Europeu (SVE), onde colaborou em projetos de educação para crianças de zonas rurais pobres. Fez parte do Grupo Artes de Palco do Instituto Vaz Serra (IVS) e, entusiasmada com um mundo do Teatro, realizou mais recentemente um curso de formação teatral no Teatro de Estudantes na Universidade de Coimbra (TEUC). Trabalhou para o Instituto Nacional de Estatística (INE), no projeto de Recenseamento Agrícola 2019, como Técnica Local responsável pela gestão da recolha nos concelhos da Sertã e Vila de Rei. Atualmente, desenvolve a sua atividade profissional como Assistente Social nas Equipas Técnicas de Rua da CRESCER - Associação de Intervenção Comunitária, tendo como público-alvo as populações mais vulneráveis da cidade de Lisboa".

Partilhar: