CERNACHE DO BONJARDIM/Saúde: ULSCB colmatou falta de médicos

Uma médica já está ao serviço. Outro virá durante a semana.

CERNACHE DO BONJARDIM/Saúde: ULSCB colmatou falta de médicos

Alguns utentes do CSS já se inscreveram em centros de saúde, aqui ao lado, do distrito de Leiria...O Conselho de Administração (CA) da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) esteve reunido esta tarde, na extensão de saúde de Cernache do Bonjardim, com a direção do Centro de Saúde da Sertã (CSS) e com a presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais para anunciar a vinda de dois médicos, esta semana, para esta extensão.
José Nunes, presidente do CA veio, em pessoa, dar a boa nova. Em declarações à Rádio Condestável disse que “contratámos dois médicos, sendo que um já iniciou hoje (12 de junho) funções e durante a semana virá mais um médico”, para dar consultas durante três dias por semana, avançou.
A falta de médicos é uma situação recorrente em Cernache do Bonjardim. Questionado sobre o que estará a falhar, José Nunes recusa a ideia de que há falta de médicos nesta vila, “o que acontece é que os médicos têm ausências prolongadas”, disse, explicando que o facto de os médicos estarem cá uns tempos e depois irem embora “não é caso particular aqui em Cernache. Acontece noutros centos de saúde e extensões. Por coincidência poderá ter acontecido aqui. Estamos atentos e também por isso todo o conselho de administração marcou presença em Cernache.

José Nunes garantiu que caso se volte a verificar um destes médicos entrar de baixa ou sair de serviço, a situação será resolvida no imediato. “Temos esse compromisso”, garantiu.
Com a vinda destes médicos, o presidente do CA da ULSCB acredita que também ficará resolvido o problema do sistema de marcação de consultas. Atualmente, um utente tem que esperar por um dia específico do mês para marcar uma consulta e, chegado a esse dia, muitas vezes já não consegue marcar, ficando mesmo sem consulta. José Nunes compreende o mal-estar das pessoas e nota que “acontece porque a falta de médicos não permite fazer agendamento atempado e contínuo das consultas. A partir do momento em que haja médicos para fazer as consultas essa situação estará ultrapassada”, disse, desejando que “haja uma programação das consultas dos utentes.
Nos últimos tempos foram vários os utentes da Extensão de Saúde de Cernache do Bonjardim, pertencente ao CSS que se inscreveram noutros centros de saúde vizinhos do distrito de Leiria, casos de Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande. José Nunes desconhecia a situação mas avançou que “deverá ter sido pontualmente, mas estamos atentos e temos como prioridade garantir a saúde às pessoas”, explicou.
Apostada em zelar sempre pelo interesse dos seus fregueses, Filomena Bernardo, presidente da UFCBNP saiu da reunião mais tranquila. A médica que hoje entrou ao serviço tem especialidade em medicina familiar “o que é muito importante para nós e fazia falta. Virá dois dias por semana. Depois virá outro médico completar o horário e os do CSS asseguram as consultas de prevenção”, descreveu. A autarca confessa que “para o que vivemos nestes últimos tempos tenho que estar mais tranquila. Saber que alguém vai ao centro de saúde e sai de lá com uma resposta, deixa-me mais tranquila do que este vazio que estávamos a sentir”, reforçou.
Filomena Bernardo ficou igualmente satisfeita com a garantia de que se faltar mais algum médico, independentemente da razão, a falha será colmatada “imediatamente e não se irá repetir mais a situação que se estava a passar”.

Partilhar: