COVID-19: Desde 24 de fevereiro que números não eram tão altos

Governo analisa situação no Conselho de Ministros de amanhã.

COVID-19: Desde 24 de fevereiro que números não eram tão altos

Nas últimas 24 horas o país teve mais 1.350 casos confirmados de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e mais seis pessoas morreram com Covid-19, avança a Direção Geral de Saúde no relatório diário. Refira-se que desde 24 de fevereiro, quando se registaram 1.480 contágios, que o número de novos casos de infeção não era tão alto. O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu de 1,09 para 1,12 e a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes subiu de 84,5 para 91, foi hoje divulgado.
Face aos números, a situação dos concelhos será avaliada amanhã, garantiu o primeiro-ministro António Costa, avançando que serão tomadas as medidas necessárias na capital, em função da análise epidemiológica que decorrerá, como é habitual, na referida reunião de Conselho de Ministros. "Amanhã faremos novamente a avaliação e em função dessa análise tomaremos as medidas necessárias", vincou.
Ainda sobre a capital, António Costa sublinhou que "Lisboa não será diferente dos outros concelhos" e que "terá exatamente o mesmo tratamento que os outros concelhos".
O chefe do Governo lembrou que a avaliação epidemiológica de todas as regiões do país é realizada através da matriz de risco, que "tem dois indicadores fundamentais, um que tem a ver com a taxa de incidência e outro com o ritmo de transmissão através do fator 'R'".
"É em função dessas variações que vamos aplicando as medidas que estão previstas para cada um dos concelhos e todos são iguais para este efeito", reiterou.

Partilhar: