COVID-19: Medidas em vigor deverão ir além de 9 de janeiro

Regresso às aulas a 10 de janeiro poderá estar comprometido.

COVID-19: Medidas em vigor deverão ir além de 9 de janeiro

Depois do anúncio de que o período de isolamento passará de 10 para sete dias, no caso dos infetados assintomáticos e dos contactos de alto risco, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, adiantou à CNN Portugal que as novas regras deverão ser implementadas já na próxima semana. Ainda assim, a responsável considera que as medidas em vigor deverão manter-se além de dia 9 de janeiro, não se comprometendo com o regresso às aulas no dia seguinte.
"Se for possível regressar com confiança, serão retomadas as aulas. Se não, serão tomadas as medidas que serão consideradas necessárias", referiu Graça Freitas, defendendo ser necessário analisar a evolução desta quinta vaga da pandemia que se faz sentir. "Vamos ver", acrescentou, apelando a que os pais vacinem os seus filhos, ao mesmo tempo que reitera que as crianças que não sejam vacinadas não serão discriminadas.
"É prematuro dizer que as medidas de contenção vão cair todas a 10 de janeiro. Não podemos baixar a guarda perante este vírus", sublinha, ainda que a nova variante não seja muito agressiva. "Continuamos a ter internamentos e mortes", complementa.
Nessa linha, Graça Freitas reforça que "ainda estamos em pandemia", na qual há "uma grande rapidez [nas mutações do vírus] e uma grande incerteza.” "Não sabemos como é que vai ser a próxima variante."

Partilhar: