INCÊNDIOS: Mais de 9500 operacionais já estão no terreno

Reforço de meios está no nível II.

INCÊNDIOS: Mais de 9500 operacionais já estão no terreno

A Diretiva Operacional Nacional (DON), que estabelece o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) para este ano, indica que, até dia 31 de maio, o reforço de meios se situa no "nível II", o primeiro aumento adicional do ano.
Durante este período, e como foi relembrado na apresentação do DECIR em Castanheira de Pera, no passado sábado, dia 14 de maio, vão estar disponíveis 9.630 operacionais que integram as 2.282 equipas e 2.165 viaturas dos vários agentes presentes no terreno, além dos meios aéreos, que serão no máximo 37, avança a Lusa.
Entre os meios, a DON prevê, para este período, cerca de 4.323 elementos pertencentes aos bombeiros voluntários, 230 operacionais da Força Especial de Proteção Civil, 2.064 militares da GNR e os mais de 2.300 elementos do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, nomeadamente sapadores florestais e sapadores bombeiros florestais.
No âmbito do DECIR está já em funcionamento, desde o dia 7 de maio, a Rede Nacional de Postos de Vigia, composta por 77 postos de vigia para prevenir e detetar incêndios.
Os meios de combate a incêndios voltam a ser reforçados dia 1 de junho, mas é entre julho e setembro, conhecida pela fase mais crítica, o período que mobiliza o maior dispositivo, estando este ano ao dispor 12.917 operacionais, 3.062 equipas, 2.833 veículos e 60 meios aéreos.
O número de operacionais envolvidos este ano no DECIR aumentou 7% em relação a 2021.

Foto: Arquivo RC

Partilhar: