MAÇÃO: Autoras do concelho lançam livros

Um resgata a história de uma terre e o outro alimenta o imaginário infantil, e não só.

MAÇÃO: Autoras do concelho lançam livros

No fim-de-semana passado o concelho de Mação assistiu ao lançamento de dois livros distintos.
“A Casa da Minha Avó” resgata a história de Queixoperra e é da autoria de Lurdes Vicente. O livro foi apresentado na aldeia a que o livro se refere, no largo da associação local. “Joaninha Voa Voa” foi escrito por Cláudia Santos e foi apresentado no Centro Cultural Elvino Pereira.

“Joaninha Voa Voa”

Este foi um livro que nasceu de uma sequência de desafios e que tem uma causa solidária, ou seja, é dedicado a crianças, mas também a adultos, embora integre a área da literatura infantil.
São 15 histórias em rima, com um desafio para todos, ou seja “sejam bons uns com os outros, acreditem nos sonhos e concretizem-nos”, disse a autora.
A apresentação ficou a cargo da autora que, na presença do vereador Vasco Marques, confessou eu esta obra “resultou de 3 desafios que a vida lhe colocou”, entre eles o da chegada da filha Joaninha a quem, pelos três anos, foi diagnosticado Transtorno do Espectro do Autismo. A Associação Vencer Autismo tem sido uma ajuda para a família pelo que 50 cêntimos da venda de cada livro reverte para a associação.
As várias personagens têm uma mensagem e um conjunto de valores nos quais a autora acredita e que “são mais visíveis no mundo das crianças. Levam-nos a um mundo em que somos mais amigos, não desejamos mal e temos coragem para ser únicos”, refere também Cláudia Santos.

“A Casa da Minha Avó”

Partindo da casa da avó Lurdes Vicente apresenta, neste livro, as pessoas, o património, as tradições, as histórias, curiosidades, receitas, entre muitos factos interessantes sobre a aldeia de Queixoperra. Tudo começou em criança, à lareira, onde ouvia os mais velhos contar histórias. O gosto por conhecer e saber mais sobre a história da terra nunca mais deixou Lurdes Vicente. E culminou com a recolha, compilação e edição em livro daquilo que foi sabendo sobre a sua terra.
Vasco Estrela, Presidente da Câmara Municipal de Mação, fez a apresentação da obra e salientou o “grande mérito que este livro tem é o facto de ser muito fiel às tradições e ajudar a perpetuar a história e a memória da terra. Para que também as gerações vindouras conheçam a terra dos seus antepassados.” Sobre a autora referiu estar de parabéns por ter tido a coragem, sendo um ato de coragem escrever um livro assumindo que é a sua visão das coisas e partilhá-la com todos.
Vasco Estrela referiu ainda o apego das pessoas à Queixoperra e que todos devem acarinhar o livro. Por fim deixou o apelo e sugestão de que outras pessoas escrevam sobre as suas terras sendo que a Câmara apoiou este, como já apoiou outros e continuará a apoiar, à luz da sua Coleção Memórias.
José Fernando Martins, presidente da União de Freguesias, que também apoiou o livro, deixou igualmente algumas palavras à autora, pessoa que muito tem dado à terra.
Para a autora o dia foi de fortes emoções e “muito importante”. A obra é dedicada à sua mãe e avó, cujas fotografias a acompanharam na mesa da sessão e às suas quatro netas.

Partilhar: