MÉDIO TEJO: Rede de transportes públicos retomada dia 5

Durante o decorrer da próxima semana, a partir do dia 5 de abril, a Rede de Serviços de Transporte Público volta ao seu funcionamento de modo a dar resposta às necessidades de transporte regulares.

MÉDIO TEJO: Rede de transportes públicos retomada dia 5

A Rede de Serviços de Transporte Público, anterior ao dia 22 de janeiro, será a rede que retomará o seu funcionamento, com a reativação das linhas inter-regionais, intermunicipais e municipais, anuncia a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIM Medio Tejo) em nota enviada à comunicação social.
Assim, são vários os circuitos disponíveis, que pretendem dar resposta aos alunos, do 2º e 3º ciclos do ensino básico, que regressam ao ensino presencial e a todos os cidadãos do Médio Tejo.
Os horários encontram-se já disponíveis nos sites: http://www.rodotejo.pt/ e https://www.transdev.pt/.
Recorde-se que para além desta Rede de Serviços de Transporte Público, a CIM do Médio Tejo disponibiliza também o serviço de Transporte a Pedido e o LINK, que estão acessíveis nos 13 concelhos do Médio Tejo.
O serviço de Transporte a Pedido, encontra-se em funcionamento, na generalidade, do território do Médio Tejo, sendo que o serviço LINK, desde dezembro passado, encontra-se disponível nas 13 sedes de concelho, com funcionamento nos dias úteis e aos fins de semana nas seis cidades da região, em Abrantes, Entroncamento, Fátima, Ourém, Tomar e Torres Novas.
Para utilizar o Transporte a Pedido e o LINK, basta recorrer ao sistema de reservas, que são feitas através do número de telefone gratuito 800 209 226, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), no horário das 09:00 às 15:00 do dia útil anterior ao que o cliente pretende viajar.
O cliente pode ainda efetuar a sua reserva, todos os dias da semana até às 15:00, através da plataforma de reservas online, em transporteapedido.mediotejo.pt/Reservas .
O objetivo da CIM do Médio Tejo e dos seus municípios é continuar a garantir o acesso ao transporte público de passageiros, para que nenhuma população fique desprotegida deste serviço essencial.

Partilhar: