NACIONAL: Campanha Rodoviária “Cinto-me vivo”

A partir de amanhã, 23 de junho.

NACIONAL: Campanha Rodoviária “Cinto-me vivo”

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) lançam amanhã, dia 23 de junho, a Campanha de Segurança Rodoviária “Cinto-me vivo”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021.
Como avança a PSP em comunicado, a iniciativa decorre entre os dias 23 e 29 de junho, e tem como objetivo “alertar os condutores e todos os ocupantes dos veículos para a importância de utilizarem sempre os dispositivos de segurança”. Ainda de acordo com a mesma fonte, na última campanha sobre este tema, efetuada de 8 a 14 de setembro de 2020, as Forças de Segurança fiscalizaram 41.150 veículos tendo registado 1.180 infrações relativas à não utilização dos dispositivos de segurança, o que correspondeu a uma taxa de infração de 2,87%, numa média de 169 infrações por dia.

A campanha “Cinto-me vivo” vai integrar:
- Ações de sensibilização da ANSR;
- Operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, com especial incidência para vias e acessos com elevado fluxo rodoviário, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que tange à utilização de dispositivos de segurança, designadamente cinto de segurança, sistemas de retenção de crianças e capacete.

A ANSR, a GNR e a PSP relembram que a utilização dos dispositivos de segurança é fundamental e apelam a todos para que os utilizem de forma correta, ou seja:
- Utilize sempre uma cadeirinha homologada e adaptada ao tamanho e peso da criança, devidamente instalada;
- Utilize sempre o cinto de segurança, em todos os lugares do veículo, e em todos os percursos, mesmo nos de curta distância;
- Use o capacete de modelo aprovado devidamente ajustado e apertado.

O Plano Nacional de Fiscalização, enquadrado no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária – PENSE 2020, o qual tem como desígnio “Tornar a Segurança Rodoviária uma prioridade para todos os Portugueses”, prevê a realização de campanhas de sensibilização em simultâneo com operações de fiscalização em locais onde ocorrem regularmente infrações que representam um risco acrescido para a ocorrência de acidentes, acrescenta a mesma nota à imprensa.

Partilhar: