PAMPILHOSA DA SERRA: Apoio ao transporte de vacinação já ajudou 60 pessoas

Projeto da câmara surgiu após ter sido conhecido o plano de vacinação.

PAMPILHOSA DA SERRA: Apoio ao transporte de vacinação já ajudou 60 pessoas

Após ter sido conhecida a 1ª fase do Plano de Vacinação Covid-19 desenhado pelo governo, que abrange as pessoas com mais de 80 anos, a Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, depois de contactar todos os taxistas a operar no concelho, colocou em marcha um Projeto de Apoio ao Transporte de Vacinação.
Como refere a autarquia pampilhosense, até à data já foram abrangidos por esta medida mais de 60 habitantes do concelho, sendo que este fim-de-semana cerca de duas dezenas de pessoas deverão também beneficiar deste apoio.
Salientando que a câmara nada tem a ver com a “lista dos nomes indicados para a vacinação”, tarefa que cabe à Unidade Local de Saúde, Jorge Custódio, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, referiu que ao abrigo desta iniciativa, através de um “call center” criado para o efeito, os funcionários da autarquia designados “vão ligar insistentemente para as pessoas indicadas nessa lista”, a fim de perceber se necessitam de transporte para o local de vacinação. “Desde que as pessoas sejam indicadas pelo Centro de Saúde, todas elas hão-de ser contactadas”, acrescentou Jorge Custódio, numa nota enviada à comunicação social.
No caso de se verificar a necessidade de transporte, o autarca adiantou que é nestas situações que “entra o acordo que foi estabelecido entre a câmara municipal e os taxistas de Pampilhosa da Serra”. “Os táxis, com indicação nossa, vão a casa das pessoas buscá-las, trazem-nas ao Centro de Saúde para tomarem a vacina, esperam pelas pessoas e voltam a levá-las outra vez a casa, gratuitamente, porque essa responsabilidade financeira é assumida pela edilidade”, explicou.
Atendendo ao número de pessoas já apoiadas, o Vice-Presidente da câmara considera assim que o Projeto de Apoio ao Transporte de Vacinação assenta em “dois bons motivos”. “Por um lado, acabamos por ajudar este setor dos transportes e por outro lado queremos ter a certeza absoluta que havendo a hipótese de as pessoas serem vacinadas, ninguém vai ficar em casa por falta de transporte”, concluiu.
Antes de o referido projeto de apoio estar devidamente coordenado e porque a listagem de vacinação é alvo de permanentes ajustes, a autarquia, através de recursos próprios, já tinha assegurado, igualmente de forma gratuita, o transporte de cerca de 40 habitantes até ao local de vacinação.

Partilhar: