PAMPILHOSA DA SERRA: Bombeiros recebem VDTD e oficializam equipa EIP

Viatura foi oferecida pelo Município pampilhosense.

PAMPILHOSA DA SERRA: Bombeiros recebem VDTD e oficializam equipa EIP

A secção de Unhais-o-Velho dos Bombeiros Voluntários de Pampilhosa da Serra recebeu, ontem domingo, 16 de maio, um veículo destinado ao transporte de doentes não urgentes. A oferta partiu da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra. Foi ainda formalizada a instalação de uma 2.ª equipa Equipa de Intervenção Permanente (EIP) na respetiva associação humanitária, equipa que irá operar a partir destas instalações, lê-se numa nota da autarquia pampilhosense enviada à comunicação social.
Na cerimónia marcaram presença cerca de 20 operacionais dos bombeiros, sendo que João Ramos, presidente da direção dos bombeiros destacou o momento, classificando-o de “significado valor”, pois “sabemos a entrega e abnegação destes bombeiros” que “trocam o conforto das suas famílias e dos seus lares” para estarem “sempre prontos a servir a causa”, disse.
Este reconhecimento foi extensível ao Comando Distrital de Operações de Socorro. Para o 2.º Comandante Distrital, Nuno Seixas, “Pampilhosa da Serra tem sido um exemplo no combate a incêndios” tendo efetuado “um bom trabalho e evitando problemas maiores”. Nesse sentido, Nuno Seixas acrescentou ainda que “este apoio”, dado pela câmara municipal, “nunca é demais” e “cujo fim é sempre bem proveitoso” sendo prova disso a recente atribuição da 2.ª equipa EIP que “o presidente da câmara tanto desejava”, notou.
Nunca tendo deixado de lutar por esta equipa, José Brito, presidente da câmara, reforçou que era “uma injustiça tremenda ter uma secção destacada a 25 quilómetros e não ter uma equipa EIP”, uma vez que tem conhecimento de “quarteis a cinco quilómetros um do outro” cada um com a sua equipa de intervenção permanente. Para José Brito estas EIP’s têm o objetivo de dotar as corporações de operacionais prontos a sair em caso de necessidade “então faz todo o sentido que haja uma EIP na secção de Unhais-o-Velho”.
Nesta cerimónia foram também doadas, por parte da autarquia pampilhosense, 50 macas para equipar as 10 viaturas de combate a incêndios dos voluntários de Pampilhosa da Serra, “com o objetivo primordial de proporcionar melhores condições de descanso aos operacionais quando se encontram destacados, por vezes mais de 48 horas consecutivas, no combate a incêndios florestais”, acrescenta-se na mesma nota à imprensa.

Partilhar: