PAMPILHOSA DA SERRA: Mapas Natureza visita Serra do Açor

De 10 a 12 de setembro.

PAMPILHOSA DA SERRA: Mapas Natureza visita Serra do Açor

A zona da Serra do Açor no concelho de Pampilhosa da Serra vai receber, entre 10 e 12 de setembro o Mapas Natureza, um projeto de programação em rede que desenha uma viagem a partir de 10 áreas naturais do Centro de Portugal e toma como rumo um horizonte de partilha e encontro.
Promovido pela iNature, o projeto chega a Pampilhosa da Serra, através de atrativos (participação gratuita) como concertos, criação colaborativa, instalações, documentários, piqueniques ou caminhadas performativas, descreve a autarquia pampilhosense.
Com um formato concebido especificamente para se realizar ao ar livre e cumprindo as regras de segurança determinadas pelas autoridades de saúde, o programa itinerante do Mapas Natureza define um conceito de programação que aposta em propostas culturais assentes no diálogo de artistas e comunidades locais, integrando diversas expressões artísticas, num formato de itinerância e comunicação entre diversos pontos do território.
A iniciativa pretende ainda estabelecer laços entre comunidades e ligações identitárias comuns que suportam tanto as propostas de cocriação a desenvolver como o registo e documentação dos rostos e memórias dessas comunidades, dá ainda conta a autarquia.
Dar eco a uma narrativa do real que, a partir da memória do indivíduo e da vida se guia pela arte, é esta a missão desta primeira edição do Mapas Natureza, que para além da Serra do Açor, vai passar (ou já passou) por Sicó/Alvaiázere, Serra da Estrela, Serra da Lousã, Geopark Naturtejo, Vouga-Caramulo, Serras d’Aire e Candeeiros, Malcata, Vale do Côa e Gardunha. No total serão mais de 50 artistas, da música às artes plásticas, a percorrerem dez destinos naturais portugueses num programa que propõe o encontro entre a natureza, as comunidades e as artes.
O Mapas Natureza é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do CENTRO2020 – Programa Operacional Regional do Centro.

Partilhar: