PROENÇA-A-NOVA: Coligação PSD/CDS apresentou candidatos aos diversos órgãos autárquicos

Atendendo a que as pessoas estão acima de qualquer política.

PROENÇA-A-NOVA: Coligação PSD/CDS apresentou candidatos aos diversos órgãos autárquicos

Em Proença-a-Nova o PSD e o CDS apresentam-se coligados às eleições do próximo domingo, dia 26 de setembro. Ontem, dia 19 de setembro, a coligação apresentou, no Jardim de Santa Margarida, na sede de concelho, os candidatos aos diferentes órgãos autárquicos.
Carlos Gonçalves (foto abaixo) é o cabeça de lista à câmara e, num discurso pela positiva, deixou claro que quer um concelho de oportunidades onde se consiga colocar em prática as medidas que fazem parte do programa eleitoral do PSD/CDS.

“Queremos ter a oportunidade de aplicar essas medidas na educação, cultura, saúde, ação social, agricultura e floresta, na coesão territorial, emprego, economia, turismo e ambiente e que sejam aplicadas com rigor, transparência e honestidade” disse, deixando claro que a prioridade são as pessoas e o desejo que “tenham alguém que as ajude quando precisarem”.
No elogio ao candidato, o presidente da Comissão Política Distrital do PSD, Luís Santos, lembrou a grande virtude deste candidato, ou seja, estar sempre pronto para ouvir o próximo. “Hoje discutem-se números, constroem-se prédios mas ninguém se lembra da razão pela qual estamos aqui hoje. Carlos Gonçalves lembra-se do presente mas sobretudo das pessoas”, atestou. Já no campo político, Luís Santos atacou o atual candidato do PS por, numa entrevista a um jornal local, ter criticado o atual governo, acusando-o “de se esquecer do interior”.

A apoiar esta candidatura esteve também Manuel Monteiro, antigo dirigente do CDS. Em Proença-a-Nova deixou duras críticas ao atual rumo do país, dizendo que é um “barco que navega desequilibrado”, pelo facto dos políticos nos últimos anos terem apenas como meta governar para os números, em especial para o de eleitores. Defende que a solução para salvar estes territórios é “uma Revolução Fiscal”. “Temos que olhar para bons exemplos e para países da União Europeia que criaram zonas francas, saudáveis, em determinadas zonas do interior dos seus países, a prazos largos, isentando de imposto quem investe e quem trabalha, como forma de atrair e fixar pessoas”, exemplificou.
A coligação PSD/CDS apresenta também, como candidato à Assembleia Municipal, António Paulo Santos. À União de Freguesias de Proença-a-Nova e Peral o candidato é Jorge Cardoso, em Montes da Senhora é José Bernardino, em S. Pedro Esteval é António Tavares e à União de Freguesias de Sobreira Formosa e Alvito da Beira é Francisco Pisco.

Partilhar: