PROENÇA-A-NOVA: Festival da Cereja apoia duplamente produtores e restauração

Arranca no próximo fim-de-semana nos restaurantes aderentes.

PROENÇA-A-NOVA: Festival da Cereja apoia duplamente produtores e restauração

Após um ano de interregno por causa da pandemia da Covid-19, o Festival da Cereja em Proença-a-Nova regressa este ano. Apesar de se realizar em moldes diferentes, o objetivo central do município é o mesmo, ou seja, apoiar os produtores de cereja do concelho e, este ano, o setor da restauração. Deste modo, o festival vai realizar-se em 20 restaurantes aderentes aos fins-de-semana, de 22 de maio a 6 de junho. Nas referidas datas, os comensais “recebem de oferta uma taça de cerejas de Proença-a-Nova”, explicou à Rádio Condestável o presidente da câmara, João Lobo.
As cerejas são “compradas pela câmara aos produtores, ajudando-os desta forma, e distribuídas pelos restaurantes aderentes, atividades que sofreram com os constrangimentos da pandemia”, adiantou o autarca. Deste modo “apoiamos também este setor”, num ano dedicado aos sabores e tradições do concelho, acrescentou. Os restaurantes poderão ainda potenciar o fruto, dinamizando receitas diversas tendo por base a cereja, dando-lhes “outra roupagem”, ilustrou João Lobo.

Deste modo, se os produtores veem o seu esforço reconhecido, os espaços de restauração poderão encontrar nesta iniciativa uma forma de recuperarem de alguma perda de rendimento por causa do confinamento a que o país esteve sujeito.
De referir que a oferta é limitada ao stock existente mas existirá uma lista de produtores do concelho para quem quiser adquirir cerejas. Este ano, apesar das chuvas de abril e inícios de maio terem afetado um pouco o início da produção, a mesma “é boa”, garante o autarca.
O Festival da Cereja começou a ser realizado em 2011 em Montes da Senhora, assumindo-se como um importante certame para dar a conhecer os produtores locais deste fruto, numa zona do concelho que devido às condições climatéricas propicia o seu amadurecimento precoce.
Paralelamente à venda de cereja e limão dos produtores do concelho, a aposta no artesanato, na animação, nas atividades desportivas e ateliers gastronómicos faziam parte do programa deste festival gastronómico que atraía centenas de pessoas todos os anos, o que fazia quase sempre esgotar o stock de produção.
A lista dos restaurantes aderentes pode ser consultada no site ou na página do facebook do município.
Neste “Ano Municipal dos Sabores Tradicionais”, a câmara de Proença apela, mais uma vez, à participação de todos na partilha de receitas tradicionais no âmbito da elaboração da Carta Gastronómica do concelho. No âmbito da temática deste festival gastronómico, e para quem tiver interesse em reaproveitar o fruto, está disponível, para consulta na biblioteca municipal, uma coleção de receitas doces e salgadas tendo como base a cereja.

Partilhar: