PROENÇA-A-NOVA: Município e restaurantes assinalam Dia da Mulher

Câmara mantém tradição de comemorar o Dia Internacional da Mulher .

 PROENÇA-A-NOVA: Município e restaurantes assinalam Dia da Mulher

Como forma de assinalar o Dia Internacional da Mulher, na próxima segunda-feira, 8 de março, quem realizar encomendas em take away ou entrega ao domicílio nos restaurantes que disponibilizam este serviço no concelho recebe uma lembrança que assinala o Dia Internacional da Mulher. Deste modo é mantida a tradição de celebrar esta efeméride, sustenta o Município de Proença-a-Nova em nota enviada à comunicação social.
Antes da pandemia, as associações locais, ou mesmo a restauração, organizavam momentos festivos exclusivos para mulheres para comemorar as conquistas das últimas décadas quanto à igualdade de direitos a todos os níveis.
O Município relembra que sempre se associou à iniciativa, oferecendo um brinde diverso que já assumiu a forma de flor, saco de compras, bolbos para semear ou saco de cheiro, entre outros. Este ano, serão oferecidas trufas de chocolate com recheio de medronho, uma criação de Artur Norberto. Para o vice-presidente da autarquia proencense, João Manso, “queremos manter a tradição de homenagear as mulheres do nosso concelho, o seu valor e a sua resiliência, com uma prenda simbólica, que é fruto da teimosia e visão de um empresário do concelho e que também poderá gerar mais movimento aos nossos restaurantes”.
A ONU Mulheres definiu como tema do Dia Internacional da Mulher 2021 «Mulheres líderes: por um futuro igualitário no mundo da Covid-19». “Com a participação e a liderança plenas e efetivas das mulheres em todos os âmbitos da vida, consegue-se o progresso para todo o mundo. Ainda assim, as mulheres continuam a não ter suficiente representação na vida pública e na tomada de decisões, tal como refere o mais recente estudo do Secretário Geral das Nações Unidas. As mulheres são chefes de Estado ou de Governo em 22 países e apenas 24,9% dos representantes dos parlamentos nacionais são mulheres. Ao ritmo do progresso atual, a igualdade de género entre chefes homens e mulheres demorará 130 anos”. Na perspetiva da organização, o Dia Internacional da Mulher é, por isso, um clamor por mais igualdade.

Partilhar: