REGIÃO: Primeiro barco elétrico foi apresentado

Região aposta num turismo mais sustentável.

REGIÃO: Primeiro barco elétrico foi apresentado

A Albufeira do Castelo do Bode já tem a navegar nas suas águas o primeiro barco elétrico de wakeboard a operar em Portugal. A apresentação decorreu no ancoradouro do Lago Azul, concelho de Ferreira do Zêzere onde, Anabela Freitas, presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo recordou que tudo começa com um sonho, o qual, como diz o ditado popular, “comanda a vida”. Esse sonho de 2015 em ter uma estância de wakeboard realizou-se e “tem estado sempre em constante mutação. Passou depois para a Estação Naútica de Castelo do Bode e agora para o primeiro barco elétrico completamente sustentável e que vem ao encontro dos nossos anseios enquanto autarcas”.

Este sonho tem tido momentos desafiantes, como por exemplo ultrapassar constrangimentos decorrentes dos instrumentos de gestão do território como o Plano de Ordenamento da Albufeira do Castelo do Bode, que tem 20 anos, recordou ainda Anabela Freitas, considerando importante que esses instrumentos “acompanhem a dinâmica do território e há 20 anos a realidade era outra e não se falava de descarbonização”. Porque as regras não têm acompanhado a realidade, “tem sido um entrave, não só para os municípios captarem investimento mas também aos empresários que querem investir neste território”, acrescentou.
Na linha do cumprimento obrigatório das regras das alterações climáticas e preservação do meio ambiente, é preciso ações e esta é uma delas, disse António José Correia, representante da Fórum Oceano, Rede de Estações Náuticas de Portugal. “Se queremos descarbonização e turismo mais sustentável tem que existir apoios”, sublinhou.
Luís Segadães, da Estância de Wakeboard da Albufeira do Castelo do Bode e proprietário do barco totalmente elétrico, capaz de ombrear com os de combustão direta, quer continuar a apostar na inovação e assim captar mais praticantes das modalidades náuticas. “Estamos na linha da frente deste tipo de oferta turística”, notou, consciente que o barco vai ter muito impacto no setor.
Esta é mais uma aposta para a área dos desportos náuticos na Albufeira do Castelo do Bode e, como ali foi dito, esta estância tem vindo a democratizar este tipo de desportos junto da população mais jovem local, que assim tem outras alternativas à prática do desporto.

Partilhar: