REGIÃO/Covid-19: Risco de infeção baixa em toda a região

O concelho da Sertã mantém-se no nível de risco elevado, com uma taxa de incidência de 240 casos por 100 mil habitantes. Proença-a-Nova subiu um nível.

REGIÃO/Covid-19: Risco de infeção baixa em toda a região

A Direção-Geral de Saúde divulgou hoje, dia 1 de março, mais um relatório da taxa de incidência de infeções por Covid-19 por 100 mil habitantes, a qual se refere ao período compreendido entre 10 e 23 de fevereiro.
Em comparação com a passada semana, no feral, verifica-se uma descida na taxa de incidência sendo que, na nossa região, apenas o concelho de Proença-a-Nova viu os números subirem.
Deste modo, no nível de risco moderado permanecem os concelhos de Vila Velha de Ródão com uma taxa de incidência de zero por 100 mil habitantes (0/100), Pedrógão Grande (88/100), Mação (80/100), Idanha-a-Nova (50/100), Figueiró dos Vinhos (54/100) e Oleiros (120/100). A estes juntam-se esta semana os concelhos de Castelo Branco (113/100), Pampilhosa da Serra (198/100) e Ferreira do Zêzere (201/100) que desceram um nível de risco e ainda Vila de Rei que desceu dois níveis (120/100).
Seguidamente, no nível Elevado de risco de contágio estão ainda a Sertã (/100) e Penamacor (421/100). Proença-a-Nova (247/100) junta-se a estes dois concelhos, subindo um nível de risco.
Para o nível muito elevado desceu Castanheira de Pera (497/100). No nível mais elevado de risco de contágio não há esta semana qualquer concelho da nossa região.
Recorde-se que o Executivo definiu que os concelhos com menos de 240 casos por 100 mil habitantes têm risco "moderado", os concelhos com mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes têm risco "elevado", os concelhos com mais de 480 novos casos e até 960 casos encontram-se em risco "muito elevado" e os concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes têm risco "extremamente elevado".

Partilhar: