SERTÃ: Câmara homenageou mulheres da linha da frente do combate à Covid-19

Presidente da câmara destacou a solidariedade, o poder de conciliar vidas profissionais e pessoais e a ajuda ao próximo.

A Câmara Municipal da Sertã assinala hoje o Dia Internacional da Mulher, dedicando a efeméride às mulheres que estão na linha da frente no combate à Covid-19.
Esta pandemia obrigou a muitas mudanças na vida de todos e todos tiveram que se readaptar a um novo normal, começou por referir o presidente da Câmara Municipal da Sertã, José Farinha Nunes, no discurso oficial que abriu as comemorações deste ano, as quais estão a decorrer online.
Neste novo contexto existiram e ainda existem pessoas que deram de si para ajudar os outros. Foi o caso das “heroínas que travaram batalhas épicas nos estabelecimentos de saúde, nas IPSS, nas ruas ou simplesmente em casa, procurando resistir e sobreviver a uma ameaça mundial”, deu conta o autarca e por isso considerou “justo e meritório invocar todas as mulheres do concelho da Sertã que fizeram das fraquezas forças, recorrendo à superação individual em nome de um propósito coletivo – o bem-estar da nossa comunidade. Estas mulheres estiveram na linha da frente do combate à Covid-19, com coragem e determinação, auxiliando o seu próximo e demonstrando uma humanidade que é da maior justiça realçar”, disse.
Por este motivo, essas mulheres são “exemplos únicos e insubstituíveis de uma sociedade que se constrói através da solidariedade e da entreajuda comum, não deixando ninguém para trás e, mais do que isso, fazendo deste concelho um local mais luminoso e menos sombrio”, continuou, parafraseando uma conhecida escritora sueca, vencedora de um prémio Nobel, dizendo que “ninguém pode livrar-nos da dor, mas será bendito aquele que fizer renascer em nós a coragem para a suportar”, para explicar que “foi essa coragem que estas mulheres fizeram renascer em todos nós”.
Estas mulheres (médicas, enfermeiras, funcionárias de IPSS, bombeiras, polícias e comerciantes), tiveram igualmente que conciliar as suas vidas profissionais e particulares, sendo que “todas foram colocadas à prova e merecem um sentido elogio e uma palavra de agradecimento pelo que fizeram e, sobretudo, pela bravura que demonstraram face a situações de pressão e de risco”.
Para o autarca, “impressiona ver a força e empenho que colocam em tudo o que fazem e, sobretudo, a capacidade de entrega aos outros.
Se há lições que esta pandemia nos deixa, a solidariedade é com certeza uma delas, e é aqui que devemos focar-nos quando abordamos o papel das mulheres durante este último ano”, terminou.
Através desta homenagem o Município mostra-se ciente da ação decisiva que as mulheres tiveram neste período e, por isso, esta homenagem a todas as mulheres que estiveram na linha da frente do combate à Covid-19.

Partilhar: