SERTÃ: Costura solidária retoma atividade

Dress a Girl Portugal recomeça a 26 de junho.

SERTÃ: Costura solidária retoma atividade

A Academia Sénior da Sertã, no cimo da vila, acolhe o sexto encontro de Costura Solidária do Grupo da Sertã do projeto Dress A Girl Portugal. Este encontro marca o regresso das iniciativas de costura solidária que foram interrompidas pela pandemia de Covid-19, refere a câmara da Sertã em nota enviada à comunicação social. Integra-se no projeto de voluntariado que costura peças de roupa (vestidos e calções), que serão depois entregues a crianças carenciadas de todo o mundo.
O encontro decorrerá a 26 de junho, das 10:00 às 17:00, e os voluntários que possuam máquina de costura deverão levá-la para o encontro. Trata-se de um projeto totalmente voluntário e solidário que aceita doações de tecido de algodão (opacos e de cores alegres), elástico (8 a 10 mm), linhas de costura de várias cores, fitas para debruar e cuecas novas (2 aos 12 anos).
De referir que a Dress a Girl Around the World é uma Organização Não Governamental (ONG), fundada em 2009 nos Estados Unidos, com a missão de fazer vestidos para doar a meninas de países carenciados, levando-lhes dignidade, proteção e esperança.
Em Portugal, iniciou as suas atividades em Maio de 2016 pela mão de Vanessa Campos. Em Abril de 2018 a Dress a Girl Portugal (DAG-P) tornou-se numa associação sem fins lucrativos que promove encontros de costura inter-geracionais, combatendo o isolamento social da população sénior, promovendo a melhoria da autoestima, a sociabilidade, a partilha de saberes, a melhoria da dinâmica familiar e a promoção da saúde das voluntárias.
A Dress a Girl Portugal conta com a colaboração de vários ateliês de costura, centros de dia, escolas, universidades sénior e grupos informais, espalhados por todo o país (continente e ilhas), promovendo encontros de costura solidária.

Partilhar: