SERTÃ: Leitura em voz alta já começou

Maratona de Leitura termina esta noite.

SERTÃ: Leitura em voz alta já começou

Teve início às 10:00 deste dia 3 de julho o desafio central da Maratona de Leitura da Sertã. Ler em voz alta durante 24 horas seguidas está a decorrer no Cine Teatro Tasso e começou com a leitura do capítulo “liberdade” do livro “A Chama de Adrião Blávio”, da escritora sertaginense Joana M. Lopes. José Farinha Nunes, presidente da câmara, foi o primeiro leitor e à Rádio Condestável confirmou a importância desta iniciativa que, tendo começado com um autor do concelho, enalteceu, “não só o trabalho da escritora como também o objetivo da maratona”. “Temos que reconhecer as pessoas com valor e na área literária a Joana tem muito valor. Foi isso que quisemos demonstrar”, acrescentou, lembrando que o capítulo em questão não foi escolhido ao acaso, uma vez que fala de liberdade, que nos remete para a leitura em voz alta e a certa altura de pássaros, que nos faz lembrar a imagem do cartaz do evento deste ano.

Em 2021, as 24 horas a ler em voz alta foram reduzidas para 14 por causa da situação pandémica, ainda assim, disse Ana Sofia Marçal, coordenadora do evento, “é motivo de orgulho ter este tempo de leitura em voz alta”. Atendendo à mesma situação pandémica, a também diretora da biblioteca não poderia estar mais satisfeita. “Depois de um ano de pausa imaginava que tudo seria mais discreto, mas temos tido pessoas em todas as atividades em número tão satisfatório e com uma tão boa adesão que me deixa profundamente feliz”, confirmou.
Esta atividade em concreto começou com um mini concerto do Coro do Sertanense, um talento da terra mostrado nesta iniciativa que, ao longo dos anos sempre deu palco a outros talentos sertaginenses, como por exemplo “os escritores Pedro Ferrão, Joana Lopes, Miguel Manso, o pianista Marco Figueiredo e o cantautor Miguel Calhaz, a Margarida Girão, o Ângelo Lucas e a Isabel Gaspar Dias”, entre outros, lembrou Ana Sofia Marçal, explicando que “queremos contribuir para divulgar o trabalho deles”.
Pelas 23:50 de hoje termina a leitura em voz alta, marcando igualmente o fim da nona edição da Maratona de Leitura com uma cerimónia que vai decorrer no Castelo da Sertã. Antes, os interessados ainda poderão assistir à iniciativa “Como se desenha uma casa” com Pedro Lamares e Rui David e ao espetáculo “Vulgar Insónia”, a partir das 21:20 no Castelo da Sertã. Até esta hora outras atividades estão a decorrer um pouco por todo o concelho.
Esta noite, depois das 22:00 e amanhã, às 10:00, na Rádio Condestável, e também integrado na programação desta nona edição, é emitido o programa “De tanto bater o meu coração parou”, a cargo de Renato Filipe Cardoso e José Carlos Tinoco, que conta com muita conversa, leitura de poesia e boa música.

Artigos Relacionados

Partilhar: