SERTÃ: Município inicia trabalhos de estabilização de emergência pós-incêndio

O Município da Sertã vai dar início, em abril, aos trabalhos no âmbito de candidatura à Operação 8.1.4 – Estabilização Pós-Incêndio do PDR2020, apresentada e aprovada na sequência dos incêndios que assolaram o concelho da Sertã a 20 de julho e 13 de setembro de 2019.

SERTÃ: Município inicia trabalhos de estabilização de emergência pós-incêndio

As intervenções no âmbito dos referidos trabalhos vão localizar-se nas Uniões de Freguesias de Cumeada e Marmeleiro e de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, conforme publicado no Edital n.º 34/2021, revela a Câmara Municipal da Sertã em nota enviada à comunicação social, adiantando que o objetivo principal das intervenções prende-se com a recuperação de infra-estruturas afectadas, regularização do regime hidrológico das linhas de água e diminuição da perda de biodiversidade.
Assim, e como descreve a edilidade, “serão recuperados troços da Rede Primária e Secções da Rede Secundária de Faixas de Gestão de Combustível, mediante o corte de arvoredo queimado ou sintomático de doenças/pragas, sendo que o material de valor comercial será torado e empilhado junto aos caminhos. Será substituída a sinalética, quer de Zona de Caça, quer da Defesa da Floresta Contra Incêndios (DFCI). Será feita a limpeza numa faixa de dez metros da margem, de modo a que o leito das linhas de água não fique obstruído por sedimentos e vegetação arbustiva, assim como a consolidação das margens, através de plantação e da recuperação da vegetação autóctone. Está contemplada também a instalação de comedouros para a fauna selvagem”.
De referir que os proprietários poderão acompanhar os trabalhos e proceder à remoção dos materiais resultantes das ações no prazo de dez dias (úteis), findo o qual o material não recolhido será removido pela câmara municipal.

Partilhar: