SERTÃ: PSD apresentou candidato à câmara para as próximas autárquicas

Paulo Farinha Luís enumerou as ideias que tem para o concelho.

SERTÃ: PSD apresentou candidato à câmara para as próximas autárquicas

O PSD da Sertã escolheu o Monte da Senhora da Confiança, em Pedrógão Pequeno, para apresentar oficialmente o candidato à Câmara Municipal da Sertã nas próximas eleições autárquicas. Aconteceu ontem, 14 de julho.
Paulo Farinha Luís elencou alguns dos compromissos que quer cumprir, nomeadamente na educação, com um “ensino de excelência, seja público ou privado, amplamente reconhecido, como já o é”, disse, não esquecendo “a melhoria dos estabelecimentos escolares, o apoio aos alunos, incluindo os do ensino superior, o apoio às famílias nas pausas letivas, mais lugares de creche, reforço do apoio nas escolas e no desenvolvimento de projetos de cidadania e orçamento participativo escolar”. Tendo em conta a transferência de competências para as autarquias nesta área, o candidato sabe da responsabilidade acrescida que “aceitamos” com vista a construir “um projeto educativo de exceção para a nossa região”, avançou, não esquecendo a residência de estudantes que terá, como disse, “um papel estratégico”.

Se os jovens fazem parte das preocupações deste candidato os mais idosos terão em si um forte defensor. “O Município assumirá um serviço de apoio domiciliário”, uma vez que “sei o quanto os nossos avós prezam o local onde sempre viveram e os vizinhos que sempre conheceram”, demonstrou.
Na área da habitação quer um programa que possa facilitar casas a preços acessíveis às famílias. Na saúde, a requalificação completa do Centro de Saúde da Sertã é prioridade. O objetivo é acolher novos serviços. Quanto ao desporto será encarado como “desporto de saúde, de competição e atração de grandes eventos desportivo que promovam o destino Sertã”, explicou.
Paulo Farinha Luís quer que o concelho seja também “um lugar de cultura” e para isso há que desenvolver “ações concretas que evidenciem a nossa diversidade cultural, as nossas tradições e a nossa entidade” num trabalho que envolva as pessoas e as associações concelhias, realçou.
Para que estas e outras promessas sejam medidas, o candidato propõe-se a criar “um barómetro que irá registar todos estes compromissos. Será público e escrutinável e registará o progresso de cada medida proposta”.
Presente esteve o dirigente nacional do partido, Salvador Malheiro. Aproveitando a ideia dos novos tempos que se aproximam destacou que “a forma de olhar para o emprego é completamente diferente, a transição digital está aí e as alterações climáticas são imperativo de cada um de nós, por isso é preciso gente moderna e que saiba consolidar esse futuro, mas com a certeza do presente consolidado ao longo dos tempos, sempre de forma maturada, nunca dando um passo maior que a perna”, disse.
O PSD irá apresentar os cabeças de lista aos restantes órgãos autárquicos, no dia 24 de julho. Para dia 30 fica marcada a apresentação das listas completas.

Partilhar: