SERTÃ: "Quando estou feliz/Quando estou triste" inscrito no PNL

Livro de Joana M. Lopes é a segunda obra da autora inscrita no Plano Nacional de Leitura (PNL).

SERTÃ: "Quando estou feliz/Quando estou triste" inscrito no PNL

O mais recente livro da autora do concelho da Sertã, Joana M. Lopes, denominado “Quando estou feliz / Quando estou triste” foi selecionado para fazer parte do Plano Nacional de Leitura (PNL). Este é um livro que fala de emoções, “um aspeto que faz parte da vida de todos os seres humanos”, começa por descrever à Rádio Condestável a autora. Após se ter debruçado um pouco mais sobre o tema “apercebi-me que as emoções funcionam como uma espécie de ciclo que nunca termina”. Assim, “o desafio foi construir uma história que, por um lado nos fala do que é estar feliz e por outro do que é estar triste, só que esta história tem a característica de não ter um lugar onde começa e onde termina pois podemos  abrir o livro em qualquer parte e lê-lo tanto da direita para a esquerda como da esquerda para a direita. É um livro cíclico, tal como as nossas emoções".
Para a autora, mais este feito é “um motivo de satisfação e uma motivação extra para continuar a escrever” mas, confessou, continuaria a fazê-lo mesmo sem estes reconhecimentos. A escrita está para Joana M. Lopes como a respiração está para qualquer pessoa, definiu. “Escrever está intrínseco e o que motiva não é o que está do lado de fora, é a necessidade de criar algo”, acrescentou. Por este motivo, escreve por prazer, sem pensar nos prémios que irá ou não receber. “Quando estou a escrever estou envolvida numa ideia que me motiva e que me dá vontade de partilhar com o mundo”, confirmou.
“Quando estou feliz / Quando estou triste” é o segundo livro da autora a fazer parte do PNL. A obra “Manuel, o menino com asas de livros” também integra este projeto.
Desde 2014 que tem vindo a publicar livros para os mais novos. Também já publicou dois romances para adultos e recentemente integra um outro livro de contos publicado pela editora Minimalista da qual também faz parte.
Atualmente está a trabalhar mais uma ideia, “ainda pouco definida”, disse, confessando que não tem pressa que veja a luz do dia até porque “as coisas acontecem com naturalidade”, vincou.

Partilhar: