SERTÃ: Revisão do PDM conhece novo impasse

Câmara cessou contrato com a empresa que estava a fazer o trabalho. Vai contratar com outra.

SERTÃ: Revisão do PDM conhece novo impasse

A Câmara Municipal da Sertã “cessou o contrato com a empresa que tinha a cargo a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM)” e “vamos contratar uma outra empresa”, disse esta segunda-feira, 12 de abril, José Farinha Nunes, presidente da autarquia sertaginense na reunião do executivo camarário. Aconteceu após o vereador Jorge Coluna ter alertado para possíveis complicações. Tudo porque a nova legislação em vigor impõe até 31 de março de 2022 a realização da 1ª reunião da comissão consultiva. “Se esta reunião não acontecer, o município pode ver suspenso o acesso a fundos nacionais e comunitários”, alertou o vereador, cimentando que “até 31 de março de 2022 temos que apresentar uma proposta de alteração do PDM”.
O presidente da câmara descansou o executivo deixando presente que “os prazos são para cumprir pois não queremos ficar prejudicados em relação aos fundos comunitários por não termos um PDM aprovado”.

Partilhar: