SERTÃ: Samuel Xavier eleito presidente da concelhia da JS

Eleições na Juventude Socialista Sertã aconteceram no passado dia 30 de abril.

SERTÃ: Samuel Xavier eleito presidente da concelhia da JS

A Juventude Socialista (JS) reativou, no passado dia 30 de abril, os órgãos concelhios da Sertã, num ato eleitoral participado e que elegeu Samuel Xavier como novo presidente da concelhia sertaginense, informa a Federação Distrital de Castelo Branco da JS em nota enviada à comunicação social.
O ato contou com as presenças de Carlos Miranda, presidente do PS Sertã e candidato à câmara, Miguel Costa Matos, secretário-geral da JS e Tiago Soares Monteiro, presidente da Federação Distrital de Castelo Branco.
Os novos órgãos do secretariado da concelhia são agora compostos por Samuel Xavier, Cláudio Santos (vice-presidente) e ainda por Ana Lourenço, João Carlos Nunes, Inês Farinha e João Antunes. A Mesa da Assembleia Concelhia será presidida por Cristiana Santos, sendo que foram ainda eleitos Miguel Miranda e Gabriel Miranda.
O facto de voltar a existir JS neste concelho “é um orgulho”, refere Miguel Costa Matos, elogiando o que diz ser uma equipa “dinâmica” que dará “um contributo fundamental para o sucesso da candidatura de Carlos Miranda e para a Federação de Castelo Branco”, lê-se igualmente na referida nota.
A nível local, Carlos Miranda, demonstra “grande entusiasmo” por esta concretização, referindo que “este é um dia histórico que mostra um PS Sertã renovado, cada vez mais forte e enraizado na sociedade local, pronto para ser poder nas próximas eleições autárquicas".
Quanto ao novo líder da concelhia, entende que esta reativação “é ponto de viragem naquilo que é a alternativa da política local. É a prova viva de que há jovens interessados e motivados para mudar o concelho da Sertã”. Samuel Xavier confessa que existe dificuldade por parte dos jovens socialistas em “mostrarmos as nossas convicções ou o nosso descontentamento, mas não é por isso que deixamos de lutar e de reativar a JS”.
Por seu lado, Tiago Soares Monteiro, considera que "reativar os órgãos da JS Sertã significa dar uma plataforma política de crescimento pessoal, cívico e político a todas as novas gerações deste concelho".
A federação esclarece ainda, na referida nota, que “a JS Sertã iniciará agora o seu ciclo de atividades, prometendo organizar-se em torno do desenvolvimento de todo o concelho”.

Partilhar: