SERTÃ/Covid-19: ETPS - “Ensino à distância não é tão produtivo” – Teresa Relvas, diretora

Escola nunca registou casos positivos de Covid-19.

SERTÃ/Covid-19: ETPS - “Ensino à distância não é tão produtivo” – Teresa Relvas, diretora

A Escola Tecnológica e Profissional da Sertã (ETPS) é um estabelecimento de ensino que tem vivido estes tempos de pandemia de forma “calma” pois não se verificaram, no tempo de aulas presenciais, casos ativos de Covid-19. Apenas duas turmas estiveram em confinamento e “as aulas nunca ficaram comprometidas pois, tanto alunos como professores tinham acesso às tecnologias para dar aulas à distância”, confirma ao programa da Rádio Condestável, “Todos juntos no combate à pandemia”, Teresa Relvas, diretora pedagógica daquele estabelecimento de ensino.
O método de ensino à distância, considera, “não é o mais adequado” nem “é tão produtivo como estar em sala com os alunos”, mas “a lecionação de aulas nunca ficou comprometida”, nem naquela altura, nem neste atual período de confinamento. Para a diretora, este tempo em casa vale pelo facto de “estarmos todos mais descansados em termos de contágios”. Teresa Relvas explica que também as reuniões internas são feitas à distância.
Quanto aos alunos, confessa que “este segundo confinamento, comparativamente ao do ano passado, está a correr melhor, em termos de participação e de motivação. Os alunos também já perceberam quais são os riscos”, esclarece, garantindo que os professores estão sempre disponíveis para retirar dúvidas. Uma das dificuldades mais sentidas é mesmo, em alguns locais, a dificuldade em aceder e manter a internet sem quebras, sublinha.

Os tempos são diferentes para todos e todos irão ficar, cada um na sua medida, com sequelas indiretas desta pandemia, principalmente pela redução da interatividade entre colegas, algo que já se verificava em tempos de aulas presenciais pela distância que era, e ainda é, imposta pela Direção-Geral de Saúde.
A diretora relembra que os psicólogos da escola também estão a acompanhar os alunos que já eram acompanhados e também aqueles que venham a necessitar.
Acreditando que os tempos irão mudar, a terminar Teresa Relvas deixa uma mensagem de confiança. O desejo é mesmo que as portas se voltem a abrir e as carteiras das salas de aula voltem a estar ocupadas.
De referir que o "Todos juntos no combate à pandemia" conta com o apoio do Município da Sertã.

Artigos Relacionados

Partilhar: