SERTÃ/Covid-19: Município garante transporte para vacinação

O processo de vacinação, apesar de não estar a decorrer como previsto, está a produzir os seus efeitos, estando a ser vacinadas as pessoas mais idosas e com doenças associadas. As pessoas estão a ser contactadas por telefone e a Câmara Municipal da Sertã garante transporte para quem não tenha possibilidade de deslocação.

SERTÃ/Covid-19: Município garante transporte para vacinação

No dia 27 de dezembro de 2020 foi inoculado o primeiro português com a vacina contra a Covid-19, depois de dias antes ter sido vacinado, no Reino Unido, a primeira pessoa a nível mundial. Como recorda hoje o Município sertaginense, no programa da Rádio Condestável, “Todos juntos no combate à pandemia”, a vacina era a arma que faltava no combate a esta pandemia. Foi produzida em tempo recorde, num esforço colaborativo sem precedentes que envolveu centenas de cientistas, laboratórios e farmacêuticas. “A centelha de esperança produzida pela vacina foi prontamente sublinhada, bem como a sua segurança profilática. Hoje temos três vacinas aprovadas nos Estados Unidos e na Europa e é expetável que possamos vir a ter mais nos próximos meses”, lembra o Município.
A data da primeira vacinação em Portugal foi devidamente assinalada, mas houve quem preferisse jogar pelo seguro, lembrando a frase de Winston Churchill: “Isto não é o fim, não é sequer o princípio do fim. É o fim do princípio”.

Ainda antes do final do ano de 2020, o concelho da Sertã recebeu as primeiras vacinas, destinadas aos profissionais de saúde. Depois foram os lares e a seguir os bombeiros. A vacinação também já se estendeu aos chamados grupos de risco definidos pela Direção Geral de Saúde.
Contudo, “a escassez de vacinas não tem permitido uma inoculação mais rápida, mas é certo que hoje podemos congratular-nos com o facto de a vacinação já ter chegado ao nosso país e ao nosso concelho. Todos seremos vacinados, embora alguns mais tarde do que outros. Também aqui a solidariedade comunitária deve imperar, evitando-se alguns dos abusos que foram recentemente noticiados pelos meios de comunicação social”, alerta a edilidade, chamando a atenção dos cidadãos “a importância da vacinação enquanto fator de proteção contra um vírus muito contagioso e agressivo, que já ceifou a vida de milhares de pessoas. A vacinação é um imperativo cívico”, reforça.
No entanto, “têm sido sinalizados problemas na gestão deste processo. Algumas das pessoas que foram convocadas, via SMS, para receber a vacina não compareceram no local de inoculação. Tal situação causa problemas de gestão, devido à necessidade de se encontrar rapidamente alguém que possa receber aquela vacina, dada a sua perecibilidade. Para responder a este constrangimento, as pessoas são agora contactadas telefonicamente e o Município da Sertã garante que ninguém deixará de se vacinar por falta de transporte. O Município assegurará transporte a quem justificar a necessidade do mesmo”, garante, pedindo às pessoas para estarem atentas e seguirem todas as instruções para que a vacinação decorra da melhor forma possível.
Apesar de estarem vacinadas, as pessoas deverão continuar a cumprir as medidas sanitárias com absoluto rigor, ou seja manter o distanciamento social, a evitar deslocações desnecessárias, a usarem máscara e a higienizarem frequentemente as mãos e mantendo o ar renovado no interior dos espaços fechados. Além de tudo isto, é importante ficar em casa, sustenta o Município que, juntamente com a Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã, aconselha: “Não facilite com o vírus, seja rigoroso com a pandemia”.

Artigos Relacionados

Partilhar: