SERTÃ/Covid-19 – Proteção Civil destaca resultados positivos

Concelho tem hoje, 5 de março, dois casos ativos. Município assegura transporte para vacinação.

SERTÃ/Covid-19 – Proteção Civil destaca resultados positivos

A Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã (CMPCS), reunida no passado dia 3 de março, destacou os resultados positivos registados ao longo das últimas semanas, no combate à pandemia da Covid-19, “consubstanciados na descida significativa do número de infetados no concelho da Sertã”, lê-se num comunicado enviado pela autarquia sertaginense à comunicação social. Refira-se que o concelho tem agora dois casos ativos.
Na reunião foi também feito um balanço da campanha de vacinação contra a Covid-19 no concelho da Sertã, sendo anunciado que, a partir de agora, as pessoas serão convocadas para a inoculação da vacina por contacto telefónico e não por SMS, como aconteceu até aqui.
Além disso, o Município da Sertã assegurará o meio de transporte necessário aos cidadãos com mobilidade reduzida ou que estiverem acamados. Este transporte será realizado pelos bombeiros voluntários ou através de outros meios devidamente sinalizados e disponibilizados pelo Município, lê-se igualmente no mesmo documento.
A CMPCS deixou ainda a preocupação de que, embora a situação de pandemia registe melhorias, este não é o tempo para relaxamentos, pelo que toda a população deve continuar vigilante e apostar na prevenção, adotando o mote: “Não facilite com o vírus, seja rigoroso com a pandemia”.
Perante os factos, esta comissão aproveita para informar que é fundamental continuar a respeitar as medidas decretadas pelas autoridades para conter a pandemia, designadamente, distanciamento social; lavagem frequente das mãos; uso obrigatório de máscara e etiqueta respiratória.
Na sequência do atual Estado de Emergência que vigora em Portugal, alerta-se a população para o dever geral de recolhimento domiciliário, exceto para um conjunto de deslocações autorizadas; confinamento obrigatório para pessoas com Covid-19 ou em vigilância ativa; regime de teletrabalho obrigatório, quando possível; encerramento de estabelecimentos com atividades culturais, de lazer, desportivas e termas; suspensão de atividades de comércio a retalho e de prestação de serviços; estabelecimentos de restauração e similares só podem funcionar exclusivamente para entrega ao domicílio ou take-away; prestação de serviços públicos de modo presencial só pode acontecer mediante marcação prévia; feiras e mercados poderão funcionar unicamente para venda de produtos alimentares; proibição de todas as celebrações e eventos; proibição de circulação entre concelhos entre as 20:00 de sexta-feira e as 05:00 de segunda-feira; atividades letivas decorrem apenas em regime online, limitação de horários de funcionamento das lojas até às 20:00 em dias úteis e até às 13:00 aos fins-de-semana. Os estabelecimentos de retalho alimentar só podem funcionar até às 17:00 nos fins-de-semana e limitação das deslocações de cidadãos portugueses para fora do território continental, por qualquer via, recorda-se ainda no referido comunicado.

Partilhar: