VILA DE REI: Caminhos das Pessoas traz fotógrafo ao concelho

Augusto Brázio percorre o concelho em busca de retratos.

 VILA DE REI: Caminhos das Pessoas traz fotógrafo ao concelho

O Município de Vila de Rei faz parte da primeira edição do projeto ‘Caminhos das Pessoas’, uma iniciativa organizada pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo com o apoio do Município de Vila de Rei. No âmbito desta iniciativa, o fotógrafo Augusto Brázio vai desenvolver no concelho o projeto ‘Retratos na Minha Terra – Geografias’.
Augusto Brázio vai, entre o dia de hoje e o final do mês de julho, percorrer Vila de Rei enquanto realiza uma galeria de retratos, num registo documental, onde se pretende fazer uma reflexão sobre o indivíduo e o seu quotidiano, as ligações com os sítios em que habita, trabalha e se diverte, explica a câmara em nota enviada à comunicação social.
Através de uma escolha eclética de indivíduos, o autor irá construir uma galeria de retratos que levantam questões de pertença, identidade e território, descreve a edilidade.
As fotografias vão posteriormente estar em exposição na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, entre os dias 15 de setembro e 30 de outubro.
Recorde-se que o ’Caminhos’ é um programa cultural em rede que acontece em treze municípios do Médio Tejo: Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.
O projeto ‘Caminhos das Pessoas’ desenvolve-se no sentido de se constituir como uma marca de referência para a região, destacando-se a nível cultural, prestando um forte contributo na dinamização da economia local pela sua capacidade de acrescentar valor à cultura e património já existente e de, simultaneamente, contribuir para a captação de um segmento turístico em franca expansão, como é o caso do turismo cultural.
Será concretizado através de um programa de seleção de locais e objetos artísticos e culturais, com vista à valorização e divulgação de bens culturais e patrimoniais, mais concretamente do património cultural e natural que apresenta um potencial de atratividade e projeção do território.

Partilhar: