VILA DE REI – Circo e teatro de rua preencheram fim-de-semana

Espetáculos do programa Caminhos de água são organizados pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

VILA DE REI – Circo e teatro de rua preencheram fim-de-semana

O anfiteatro do Parque da Ribeira da Vila recebeu este fim-de-semana, a edição de 2021 do projeto “Caminhos da Água”, com espetáculos de teatro de rua e de circo contemporâneo, numa iniciativa organizada pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e pelo Município de Vila de Rei.
Assistiram aos três espetáculos cerca de 500 pessoas, dá conta a autarquia vilarregense em nota enviada à comunicação social.
Assim, na noite de 16 de julho, sexta-feira, o artista espanhol Jean Philippe Kikolas apresentou o espetáculo Sin Remite, com variadas técnicas de circo, comédia e teatro visual e gestual, inspirado nos universos cinematográficos de Buster Keaton e Charlie Chaplin, que arrancou inúmeros aplausos e gargalhadas ao muito público presente.
Na noite de sábado, foi a vez do artista Daniel Gonçalves apresentar a peça Heaven, num espetáculo que mostrou as aventuras de um palhaço com divertidos momentos de equilibrismo, manipulação de objetos, sempre com muito humor à mistura.
Ao final da tarde de domingo, 18 de julho, foi a vez do Grupo Teatro-Só apresentar a peça de teatro de rua Sorriso. O espetáculo, inspirado na história de vida comum de um velho casal para quem o amor se consumou numa vida de sorrisos, arrancou igualmente muitos aplausos de satisfação ao público presente.
Recorde-se que o ’Caminhos’ é um programa cultural em rede que acontece em treze municípios do Médio Tejo: Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.
Toda a programação é gratuita, com propostas para todas as gerações e perfis, e inclui as áreas da música, teatro, dança, teatro de rua, circo contemporâneo e percursos artísticos, trazendo à região uma dinâmica cultural inédita, lê-se também na referida nota.

Partilhar: