VILA DE REI: Feriado Municipal assinalado com sentido de esperança

Ontem, dia 19 de setembro.

VILA DE REI: Feriado Municipal assinalado com sentido de esperança

Passaram ontem, dia 19 de setembro, 736 anos desde que D. Dinis atribuiu o Foral ao concelho de Vila de Rei e por isso, à semelhança de anos anteriores, o Município assinalou a data com a entrega, em mãos, dos apoios à fixação da população (nascimento, casamento e fixação), relativos às bolsas de mérito e estudante, de percurso escolar e de permanência e as medalhas de mérito municipal, naquela que foi uma “grande sessão da esperança de Vila de Rei”. Foi esta a expressão que o presidente da Assembleia Municipal de Vila de Rei, Paulo Brito, utilizou para definir o ato que reuniu “todos os que nasceram este ano, os casais. Está aqui a juventude que define o futuro deste concelho", disse.
No meio de todos os constrangimentos que a pandemia da Covid-19 trouxe, Paulo Brito acredita que “grande parte do país percebeu que o futuro e a sustentabilidade estão no interior”, quer a nível ambiental, quer a nível social pois “viver no interior é bom, saudável e tem qualidade de vida”, sustentou, lembrando ainda “a quantidade de apoios que o interior dá para as pessoas se poderem instalar e que tem vindo a crescer”.
Neste aspeto acredita que Vila de Rei tem sido “um exemplo” mas há que continuar a fazer obra e aumentar uma sustentabilidade económica que “tem vindo a ser consolidada ao longo dos anos”, acrescentou.

O olhar social que este concelho tem para com as pessoas foi relembrado pelo presidente da câmara, Ricardo Aires, ao falar dos apoios, entre outros, nas áreas da saúde, do social, da educação, aos mais desfavorecidos e agentes económicos, prestados pelo município, o qual “define as prioridades de investimento que permitam a captação de mais investimentos, crescimento económico e bem-estar social”, notou.
O autarca destacou os apoios cedidos aos estudantes no último mandato e que, desde o ano letivo 2017/18 rondam os 73 mil euros em bolsas de estudo. Na área da fixação de pessoas, desde 2018, já foram atribuídos 171,500,00 € em apoios. Ricardo Aires deixou ainda a nota de que o desenvolvimento de um concelho se faz com a aplicação de políticas integradas e rentabilizando recursos.
Neste Feriado Municipal, o município reconheceu e homenageou publicamente, com a atribuição da Medalha de Mérito Municipal, o trabalho desenvolvido pelas Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria em diversos níveis, nomeadamente junto das crianças e dos idosos. “Presentes em Vila de Rei desde 1974 têm desenvolvido um trabalho de excelência ao longo dos anos, destacando-se no ensino, enfermagem, apoio a pessoas com dependências e aos lares e em respostas sociais e de fé”, descreveu o autarca. Também a Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco recebeu a mesma distinção “em virtude da permanente disponibilidade de colaboração com o município, nomeadamente no apoio às vítimas dos vários incêndios florestais”, disse, relembrando que o apoio da Cáritas traduziu-se, em Vila de Rei “no apoio à recuperação de casas ardidas, compra de apartamentos, entrega de bens de primeira necessidade, mobiliário, eletrodomésticos e roupa”.

Partilhar: