VILA DE REI: “Serei um autêntico provedor” dos interesses dos vilarregenses

Ricardo Aires tomou posse esta manhã.

VILA DE REI: “Serei um autêntico provedor” dos interesses dos vilarregenses

Esta manhã de 12 de outubro, o Auditório Municipal de Vila de Rei foi o palco da tomada de posse dos órgãos autárquicos (câmara e assembleia municipal) de Vila de Rei.
Ricardo Aires presidente eleito para o seu último mandato pretende continuar a desenvolver as políticas que têm vindo a ser desenvolvidas. Como disse, “considerando a existência de uma conjuntura de alguma insegurança, tomaremos as medidas necessárias para combater a pobreza e a exclusão através do apoio às famílias e munícipes em situação de carência económica”. Ricardo Aires quer também manter o apoio aos jovens nos percursos escolares e em iniciativas ativas de emprego, bem como as políticas de apoio aos mais idosos. “Serei um autêntico provedor dos seus interesses, reforçando os meios existentes de apoio social e fomentando novas respostas”, adiantou.
A economia continua a ser uma prioridade para este autarca e por isso pretende “continuar a criar condições para reforçar a competitividade económica do tecido empresarial e captar novas empresas”, sem esquecer o apoio social e educativo. O objetivo é “tornarmo-nos referência de comunidade de inclusão em que as pessoas contam verdadeiramente”.

Assim, convida todos, sejam “empresários, comerciantes e coletividades a participarem connosco na promoção e desenvolvimento do nosso concelho. Enquanto parceiro estratégico a todos garanto o apoio da câmara na medida em que só juntos podemos ter sucesso na criação de emprego, fixação de jovens e crescimento harmonioso do concelho”, disse.
Ricardo Aires diz ainda que não vai esquecer o trabalho das juntas e, em conjunto quer promover a requalificação das aldeias, nomeadamente a valorização dos espaços púbicos, a implementação de medidas de eficiência energética e sustentabilidade ambiental, bem como melhorar as condições do saneamento básico e abastecimento de água.
As novas medidas ligadas à floresta vão também ter um peso importante nos próximos quatro anos referiu ainda o autarca.
Paulo Brito, presidente da Assembleia Municipal, aproveitou ainda a ocasião para dizer que apoia todo o trabalho do executivo nas metas a que se propõe levar a efeito.

Partilhar: