VILA VELHA DE RÓDÃO: Centro de Convívio de Sarnadas de Ródão já abriu

Novo espaço tem 20 inscritos e funciona de segunda a sexta-feira.

VILA VELHA DE RÓDÃO: Centro de Convívio de Sarnadas de Ródão já abriu

O Centro de Convívio de Sarnadas de Ródão abriu ao público na segunda-feira, 3 de maio, com uma cerimónia de inauguração que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira, e do presidente da Junta de Freguesia de Sarnadas de Ródão, Virgílio Pires, entidades responsáveis pelas obras de remodelação e adaptação do edifício da antiga escola primária da aldeia para este novo fim.
Este novo espaço funciona entre as 09:00 e as 18:00, oferecendo aos utentes a possibilidade de realizarem diversas atividades, que vão da atividade física à música, estimulação cognitiva ou jogos tradicionais, de forma sequenciada e não simultânea, de modo a garantir o cumprimento das normas de segurança recomendadas pela Direção Geral de Saúde, explica a autarquia de Ródão em nota enviada à comunicação social.
Para tal, contam com o apoio dos funcionários do serviço de Ação Social e Desporto da câmara e do projeto CLDS 4G de Vila Velha de Ródão, responsáveis pelo apoio ao funcionamento e dinamização das atividades.
“Este é um projeto que resulta da união dos esforços da autarquia e da junta local”, facto que é motivo de “orgulho”, para Luís Pereira, presidente da câmara, disse, desejando que “a população da freguesia possa usufruir deste espaço por muito tempo e que aqui encontre um porto de abrigo e bem-estar, que ajude a combater o isolamento e forneça o apoio que necessitam.
A decisão de transformar a antiga escola primária da aldeia num centro de convívio surgiu na sequência do anúncio do encerramento do centro de dia daquela localidade pela Santa Casa da Misericórdia de Vila Velha de Ródão, em finais de 2019, situação que confrontou os idosos desta freguesia com a alternativa de se deslocarem para outros centros de dia fora da freguesia e o abandono das suas aldeias e do ambiente familiar.
As obras de que o edifício foi alvo, uma intervenção promovida por administração direta pelo município, permitiram dotar a antiga escola de melhores condições de acessibilidade, conforto e segurança e conduziram à uniformização do piso térreo, de modo a eliminar desníveis e degraus. Foi contemplada ainda a adaptação das instalações sanitárias, a melhoria das condições de climatização do edifício e a instalação de mobiliário geriátrico adequado às novas funções do espaço, agora ao dispor da população.

Partilhar: