VILA VELHA DE RÓDÃO: Ministra visita obras da Loja do Cidadão

Espaço vai receber várias valências.

VILA VELHA DE RÓDÃO: Ministra visita obras da Loja do Cidadão

A Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, esteve esta terça-feira, 30 de novembro, de visita às obras da nova Loja do Cidadão de Vila Velha de Ródão.
Situado na Rua de Santana, este novo espaço irá albergar várias valências nomeadamente “os três serviços âncora das lojas, ou seja, Segurança Social, Autoridade Tributária, e Instituto dos Registos e Notariado, além do próprio espaço do cidadão que vai passar a funcionar aqui”, enunciou a ministra.
Este é um serviço que continua a fazer sentido abrir porque nem todos os cidadãos estão familiarizados com estes serviços online e vem trazer uma nova centralidade à própria vila, referiu Luís Pereira, presidente da câmara de Ródão. “É uma área que estamos a revitalizar com esta intervenção que vai centralizar aqui os serviços, vai trazer uma nova dinâmica”, disse, referindo-se a “todo este núcleo da vila que tem sido alvo de um conjunto de intervenções do município”. Ali estão igualmente a decorrer intervenções no CEARTE e “quando tivermos aqui os serviços instalados e quando tivermos o CEARTE aberto, esta parte da vila vai ser a parte central, readquirindo, assim, a sua centralidade que foi perdendo ao longo das últimas décadas”, explicou o autarca.

Além deste aspeto, existe ainda fácil acesso para pessoas com mobilidade reduzida. Há ainda “um conjunto de serviços da câmara municipal que estavam a funcionar em locais distintos e agora vamos poder centralizar tudo no edifício da câmara municipal, ganhando eficácia e eficiência”, reforçou Luís Pereira.
O investimento nesta loja é de cerca de 335 mil euros (+IVA) numa “parceria virtuosa entre a administração central e local”, definiu Alexandra Leitão, acrescentando que “é também uma obra sintomática dos objetivos que pretendemos atingir e portanto esperamos que daqui a pouco tempo aqui voltaremos para abrir estas portas à população”.
De relembrar que, depois de concluída, esta loja do cidadão vai albergar os serviços do Instituto dos Registos e Notariado, do Instituto da Segurança Social, da Autoridade Tributária e ainda o Espaço do Cidadão, que já está em funcionamento na junta de freguesia local.
No primeiro piso já funcionam três apartamentos T2, que a câmara arrendou a preços simbólicos.

Partilhar: