VILA VELHA DE RÓDÃO: Município desliga luzes dia 27 de março

Paços do Concelho, Lagar de Varas do Cabeço das Pesqueiras, Parque Ambiental do Tejo, Pelourinho e ponte sobre o rio Tejo vão ficar às escuras. Município adere à Hora do Planeta.

VILA VELHA DE RÓDÃO: Município desliga luzes dia 27 de março

Assinala-se dia 27 de março a Hora do Planeta e o Município de Vila Velha de Ródão associa-se à iniciativa promovida pela organização global de conservação de natureza ANP/WWF.
Devido à pandemia, a Hora do Planeta assume este ano um formato digital, mas mantém-se a ação simbólica de desligar as luzes durante 60 minutos, que em Ródão abrangerá, como descreve a autarquia em nota enviada à comunicação social, para além dos Paços do Concelho, o Lagar de Varas do Cabeço das Pesqueiras, o Parque Ambiental do Tejo, o Pelourinho e a ponte sobre o rio Tejo.
Nascida em Sydney, em 2007, como um gesto simbólico para chamar a atenção para o problema das alterações climáticas, a Hora do Planeta tem mobilizado desde então milhares de cidades em todo o mundo a participar nesta iniciativa, que apagou mais de 12 mil monumentos e edifícios emblemáticos.
Mais do que desligar as luzes durante uma hora, entre as 20:30 e as 21:30, no dia 27 de março, este evento pretende ser um catalisador para o impacto ambiental positivo, levando a grandes mudanças legislativas, explica a edilidade
Através da adesão a esta iniciativa, o Município de Vila Velha de Ródão “empenha-se também a divulgá-la e a encorajar todos os colaboradores, munícipes, redes de fornecedores e outros a aderirem a ela. No âmbito da evolução da campanha Hora do Planeta, cujo tema deste ano é “Água e Alterações Climáticas”, e do conceito “Liga-te ao Planeta”, o Município compromete-se ainda a, em 2021, converter um espaço verde urbano num jardim mediterrâneo sustentável, como spot experimental e catalisador de bom exemplo para práticas sustentáveis individuais”, lê-se na referida nota à imprensa.
Desafiado pelo Município, o Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão aderiu também a esta campanha de sensibilização. Assim, para além da criação de um EcoCalendário Hora do Planeta relativo ao mês de março, através do qual os alunos são convidados a aceitar um desafio de mudança de atitude diariamente, os mais jovens irão também construir ou adaptar uma lanterna de modo a criar condições para a participação no apagão nacional de dia 27.

Partilhar: