VILA VELHA DE RÓDÃO: Teatro na abertura do novo ano letivo da Academia Sénior

Cerimónia de abertura aconteceu dia 16 de outubro.

 VILA VELHA DE RÓDÃO: Teatro na abertura do novo ano letivo da Academia Sénior

A Casa de Artes e Cultura do Tejo, em Vila Velha de Ródão, acolheu a cerimónia de abertura do novo ano letivo da Academia Sénior daquele concelho no passado dia 16 de outubro. Esta cerimónia incluiu uma nova apresentação ao público do espetáculo de teatro “Invasões Francesas na Beira Baixa”, revela a câmara de Ródão em nota enviada à comunicação social.
A Academia sénior é um projeto gerido pelo Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento, em estreita parceria com o Município de Vila Velha de Ródão.
Como dá conta a autarquia, “o fim das restrições impostas pela pandemia permitiu que este ano fosse retomada a cerimónia oficial de abertura do ano letivo, com os alunos a encherem a plateia da Casa de Artes e Cultura do Tejo”.
Na ocasião, Luís Pereira, presidente da câmara destacou a importância do projeto e desejou a todos um excelente ano letivo.
Desenvolvido originalmente no âmbito do projeto Beira Baixa Cultural 2.0, promovido pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, o espetáculo teatral contou mais uma vez com a participação dos alunos da Academia Sénior e do Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão, que já haviam estado também envolvidos na elaboração do guarda-roupa e acessórios utilizados na peça.
Neste que é o sétimo ano letivo do projeto, a Academia Sénior conta com 113 alunos inscritos, com idades compreendidas entre os 60 e os 87 anos, e um corpo docente formado por 18 professores. Com uma oferta educativa diversificada, que inclui 21 disciplinas, como por exemplo, inglês, hidroginástica, informática, pintura, artes manuais ou bordados, este ano os alunos vão também poder contar com a expansão das aulas de Ginástica a todas as freguesias do concelho.
À semelhança do ano anterior, tendo em conta o contexto de pandemia e de forma a garantir a segurança de todos, as aulas da Academia Sénior seguirão, em cada momento, as recomendações da Direção Geral de Saúde e da RUTIS – Rede de Universidades Seniores em vigor.

Partilhar: